010_EASL2014_port

EASL-2014 - Comparando o interferon convencional com o interferon peguilado

27/04/2014

Apesar de que paulatinamente o mundo vai deixar de usar interferon no tratamento da hepatite C já que certamente será mais pratico e barato tratar com os medicamentos orais livres de interferon, vale a pena observar um estudo comparativo da eficácia do interferon convencional com o interferon peguilado realizado no Paquistão.

Um total de 355 pacientes infectados com o genótipo 3 da hepatite C nunca antes tratados foi incluído na pesquisa. O grupo tratado com interferon peguilado e ribavirina era composto por 60 pacientes e o grupo tratado com interferon peguilado e ribavirina dpor 171 pacientes.

A cura da hepatite C é apresentada separando os dois grupos em função da reposta virológica rápida, que é avaliada pela realização de uma carga viral na semana quatro do tratamento.

O resultado entre os pacientes que na semana quatro ainda se encontravam positivos na carga viral mostra que entre os tratados com interferon convencional a cura foi de 17,3% e entre os tratados com interferon peguilado a cura foi de 42,3%.

O resultado entre os pacientes que na semana quatro apresentaram a resposta virológica rápida, estando indetectáveis, mostra que entre os tratados com interferon convencional a cura foi de 77,2% e entre os tratados com interferon peguilado a cura foi de 83,3%.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
INTERFERON STANDARD - Down But Not Out - A.A. Choudhry, A. Alam, A.A. Nawaz, M. Riaz, I. Yousaf, A. Alvi - Gujranwala Liver Foundation, Gujranwala, Sheikh Zayed Hospital, Fatima Memorial Hospital, Lahore, Pakistan - EASL-2014 - Abstract P1165 - Journal of Hepatology 2014 vol. 60 - S361-S522.


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO