073_AASLD_2016_port

A alimentação é o caminho para um fígado saudável - AASLD 2016

21/11/2016

Quando e quantas vezes você come pode afetar o risco de desenvolver um "fígado gordo"

Comportamentos na alimentação específicos podem diminuir o risco de desenvolver doença hepática gordurosa não alcoólica (NAFLD).

Doença hepática gordurosa não alcoólica (NAFLD) resulta da acumulação de gordura no fígado na ausência de consumo excessivo de álcool. A NAFLD está fortemente associada a fatores de risco cardiovasculares que incluem obesidade, diabetes e síndrome metabólica.

Estudos anteriores indicam que, como o resto do corpo, o fígado segue um relógio interno de 24 horas, ou ritmo circadiano. O horário da refeição é acreditado para ser um sinal que mantém o fígado em funcionamento regular com o dia de 24 horas. Pesquisadores recentemente realizaram um estudo para determinar se o risco de NAFLD está relacionado não apenas com o quê, mas também com quando e quantas vezes uma pessoa come.

Os pesquisadores analisaram se essas mudanças têm efeitos potencialmente nocivos sobre a saúde. Por exemplo, pesquisas anteriores sugeriram que o trabalho por turnos pode aumentar o risco de diabetes e obesidade. Neste estudo, tentou-se encontrar se os padrões específicos de tempo de refeição afetam o risco de NAFLD. a

Foram incluídos um total de 9.015 adultos que participaram da terceira Pesquisa Nacional de Exames de Saúde e Nutrição (National Health and Nutrition Examination Survey - NHANES III, 1988-94). Os participantes da pesquisa foram submetidos a ultrassonografia da vesícula biliar para avaliar a gravidade do fígado gordo e também foram questionados sobre a ingestão de alimentos específicos das últimas 24 horas. Apenas adultos sem hepatite B ou C, consumo significativo de álcool e ingestão de medicamentos potencialmente tóxicos para o fígado foram incluídos na análise.

Cada dia foi arbitrariamente dividido em quatro intervalos para corresponder aproximadamente a parte da manhã (4h-10h), meio-dia (10h-16h), noite (16h-22h) e tarde da noite (10h-4am). Dentro de cada intervalo, os pesquisadores observavam se o paciente saltava alguma refeição. Além disso, os pesquisadores ajustaram seus cálculos para levar em consideração as variações de idade, sexo, etnias, consumo de cigarro e álcool e consumo calórico total.

O estudo mostrou que dividir as calorias do dia em mais refeições por dia foi associado com probabilidades mais baixas de ter fígado gordo e fibrose significativa - as probabilidades diminuíram em 10 por cento para cada refeição adicional. Probabilidades de desenvolver fígado gordo também pode ser reduzido entre 14% a 21% ao consumir uma maior percentagem de calorias do dia na parte da manhã. Por outro lado, pular o café da manhã e o almoço, bem como ter uma noite / início da manhã sem refeições são potencialmente prejudiciais. Os participantes que não tinham refeições das 4h às 10h e das 10h às 16h tiveram probabilidades de 20% e até 73% mais altas de fígado gordo, respectivamente. Quando comparado com os participantes que tinham uma refeição às 22h, os participantes com uma refeição entre a meia-noite e 4am tiveram probabilidades 65% maior de fibrose significativa.

O estudo sugere que as possibilidades de desenvolver NAFLD podem ser reduzidas por modificações simples à maneira que as pessoas se alimentam e ao horário das refeições, e à costume de não pular refeições durante o dia e evitar refeições de última hora da noite.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Not Just What, but also When You Eat: Analyzing the Impact of Meal Timing Patterns on Non-Alcoholic Fatty Liver Disease James Philip G. Esteban, Lisa E. Rein, Aniko Szabo, Samer Gawrieh, Kia Saeian - Abstract 34 - AASLD 2016


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO