002_controversias_port

CONTROVÉRSIAS - O tratamento é só para especialistas?

29/10/2012

(Colocação de minhas observações pessoais consolidando aquilo que foi maioria ou consenso)


Painel: Marion Peters (USA) e Michael Biermer (Alemanha)

- O médico generalista conhece pouco da doença e o especialista conhece pouco das outras doenças.

- Quem decide quem tratar e quando tratar a hepatite?

- A indicação de tratamento, seja no grau de fibrose que for, sempre deve ser feita por um especialista.

- Um paciente com cirrose por causa da hepatite não pode ser tratado com um médico generalista.

- Mas um paciente com hepatite C com fibrose F0 ou F1 pode ser tratado por um médico generalista com interferon peguilado e ribavirina, sem inibidores de proteases.

- Não existem médicos especialistas para cuidar e tratar de 170 milhões de infectados.

- Pode um médico especialista conhecer todas as especialidades necessárias a um tratamento completo, incluindo psiquiatria, dermatologia, cardiologia, oftalmologia, hepatologia, descompensação hepática, etc.?

- O tratamento com inibidores de proteases deve ser realizado somente por equipes multidisciplinares.

- O tratamento multidisciplinar é necessário nos pacientes com doença avançada.

- O futuro, caso cheguem medicamentos orais sem efeitos colaterais graves poderá simplificar o tratamento e médicos generalistas poderão passar a tratar os infectados. - Um médico sem participar de uma equipe multidisciplinar não dispõe de tempo para educar o paciente em relação à importância da aderência nem convocar a família para explicar o necessário apoio ao paciente.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Observações pessoais no "2nd World Congress on Controversies in the Management of Viral Hepatitis (C-Hep)" - Berlim, Alemanha - 18, 19 e 20 de outubro de 2012.


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO