003_alcool_port

Efeitos do álcool na replicação do vírus e na resposta ao tratamento

20/01/2009

Estudo realizado na Austrália e publicado no Journal of Infectious Diseases pesquisou o efeito que o álcool pode ter sobre o aumento da replicação do vírus da hepatite C e os efeitos sobre o tratamento com o interferon.

O estudo foi realizado in-vitro (laboratório) utilizando células Huh-7, as quais permitem a replicação do vírus e são as responsáveis pela metabolização do álcool no fígado. As culturas de células infectadas eram expostas ao álcool e ''tratadas'' com interferon.

O efeito do álcool aumentou significativamente a replicação do vírus nas culturas de células infectadas, se observando uma maior proliferação da quantidade do vírus.

Quando as culturas de células infectadas foram expostas ao interferon foi constatado que as que tinham sido expostas ao álcool apresentavam uma menor ação antiviral do medicamento.

Concluem os autores que os resultados observados no laboratório são similares aos observados diariamente na pratica clinica nos pacientes que infectados com a hepatite C utilizam bebidas alcoólicas, confirmando que realmente existe relação entre o vírus da hepatite C e o álcool no que se refere a uma maior possibilidade de acelerar o dano ao fígado e de menor possibilidade de cura com o tratamento.


MEU COMENTÁRIO

Mais um estudo que confirma que para um infectado com hepatite o melhor a ser feito e esquecer totalmente as bebidas alcoólicas.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Alcohol Metabolism Increases the Replication of Hepatitis C Virus and Attenuates the Antiviral Action of Interferon - EM McCartney, L Semendric, KJ Helbig, and others. - Journal of Infectious Diseases 198(12): 1766-1775. December 15, 2008. - Infectious Diseases Laboratories, Institute of Medical and Veterinary Science, and School of Molecular and Biomedical Sciences, University of Adelaide, Adelaide, Australia; Digestive Diseases Laboratory, Northern Clinical School, University of Sydney, Sydney, Australia; Department of Neuroscience and Cell Biology, University of Texas Medical Branch, Galveston, TX.


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO