006_cargaviral_port

Importância de realizar a carga viral em jejum

30/04/2012

O ciclo de replicação do vírus da hepatite C está intimamente associado com o metabolismo lipídico das células (gordura das células). Já foi demonstrado que uma refeição gordurosa provoca flutuações pós-prandiais (duas horas após a refeição) aumentando a carga viral.

Os pesquisadores investigaram a influencia da dieta sobre os níveis de carga viral, na forma de dieta de alimentos e, também, na administração intravenosa de gordura. Na alimentação foi utilizado um milk shake preparado com gordura e para o teste intravenoso gorduroso foi utilizado o medicamento Intralipid®.

No estudo foram incluídos 23 pacientes infectados com o genótipo 1 da hepatite C, 8 com o genótipo 3 e 1 paciente infectado com o genótipo 4. Todos tinham fibrose avançada em nível F4 pela escala Metavir.

Os testes ao receber alimentação gordurosa foram realizados em 25 pacientes e os testes com aplicação intravenosa de gordura em 17 pacientes. Destes, 14 pacientes receberam sequencialmente gordura oral e intravenosa. Após uma hora da ingestão de gordura oral ou intravenosa os níveis de triglicerídeos aumentaram em todos os pacientes.

Após a refeição oral ou intravenosa foi observada, uma hora após, um aumento considerável da carga viral do vírus da hepatite C em 80% dos pacientes, chegando a um aumento de até 100% em alguns casos.

Concluem os pesquisadores que na maioria dos infectados com o vírus da hepatite C a carga viral e os triglicerídeos aumentam após a ingestão oral de alimentos gordurosos ou administração intravenosa de gordura, com variações consideráveis em alguns pacientes.

Recomendam os pesquisadores diante do resultado do estudo, que a medição da carga viral do vírus da hepatite C deveria ser realizada em jejum. Isso pode ser de fundamental importância para avaliar pacientes em tratamento com inibidores de proteases.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Effects of dietary and intravenous lipid load on hepatitis c virus concentration in serum and lipid-subfractions - K. Rutter, H. Hofer, S. Beinhardt, T.M. Stulnig, R. Strass, A.F. Stättermayer, T. Popow-Kraupp, M. Trauner, P. Ferenci - EASL 2012 - Abstract 9870


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO