003_crianca_port

Interferon peguilado PEGASYS autorizado para o tratamento em crianças

29/08/2011

Em 22 de agosto de 2011 o FDA - Food and Drug Administration - aprovou a combinação do interferon peguilado PEGASYS e Copegus (ribavirina) para o tratamento da hepatite C em pacientes pediátricos com idade entre 5 e 17 anos. Os pacientes deverão ter doença hepática compensada e nunca terem recebido qualquer tratamento antiviral.

A aprovação é decorrente do ensaio clínico NV17424 realizado pela ROCHE, onde os pacientes pediátricos foram tratados com uma dosagem de Pegasys calculada em função da superfície corporal das crianças, um cálculo que os hepatologistas e infectologistas não estão acostumados a fazer. Os médicos pediatras seriam os ideais para auxiliar no cálculo da dosagem, já que eles utilizam muito o cálculo de BSA (Body Surface Area) ou área de superfície corporal (ASC), em português, para indicar a quantidade dos medicamentos nas crianças.

Existem calculadoras disponíveis na internet, o que evita na maioria dos casos um cálculo errado na indicação da dosagem. No Site http://www.pediatriconcall.com/fordoctor/pedcalc/body_surface_area.aspx pode ser encontrada uma fácil formula para realizar o calculo em crianças, indicando somente a altura (Height) em centímetros e o peso (Weight) em Kg, pode se conhecer qual a superfície de pele de uma criança.

O valor indicado pela calculadora deverá então ser multiplicado por 180 e o resultado dividido por 1,73. ATENÇÃO: a apresentação de Pegasys tomada como referência para o estudo foi a de 180mcg, mas em vários países existem apresentações com outras dosagens, o que muda o volume de droga a ser administrado em função da apresentação utilizada.

EXEMPLO:

Uma criança com 110 centímetros e 30 kg. Utilizando a calculadora o resultado será 0,921. Multiplicando por 180 e o dividindo o resultado por 1,73 chegaremos a um valor de 95,8mcg a serem administrados como dosagem ideal. Cabe então calcular, que se a seringa de 0,5 ml completa contém 180mcg, 95,8mcg correspondem a utilizar somente 53% do conteúdo, representado por 0,26 ml. Para cada criança deve ser realizado o cálculo, inclusive se durante o tratamento o peso sofrer alterações.

As doses de ribavirina devem ser calculadas da mesma forma que nos adultos, isto é, uma dose de aproximadamente 15 mg/kg/dia, dividida em duas doses.

O ensaio clínico NV17424 incluiu 114 pacientes não tratados previamente com idade entre 5 e 17 anos.

A resposta sustentada (cura da hepatite C) no total do grupo foi de 53% dos pacientes pediátricos que receberam tratamento com Pegasys e ribavirina. Nos infectados com o genótipo 1 a cura foi de 47% e nos genótipos 2 e 3 a cura atingiu 80%.

A segurança e os efeitos colaterais observados nos pacientes pediátricos foram similares aos que acontecem nos pacientes adultos.

O tratamento de pacientes pediátricos infectados com hepatite C deve ser realizado exclusivamente por profissionais altamente experientes.

OBSERVAÇÃO:

Este texto foi escrito com informações da Hoffmann-La Roche e interpretações pessoais da minha parte, tentando uma melhor interpretação por parte dos infectados ou seus responsáveis, já que se trata de crianças, servindo exclusivamente como um guia para conhecer como deve funcionar o tratamento e quais os cuidados que devem ser tomados para o tratamento.

A parte relativa a cálculo da área de superfície corporal não se encontra no texto original, servindo como simples orientação, sem responsabilidade da minha parte em relação a erros na dosagem obtida por quem realizar o calculo. Pessoalmente, por motivos de segurança, ao se tratar crianças, recomendo que todo e qualquer médico que atenda pacientes pediátricos consulte o departamento médico da ROCHE antes de receitar tratamento.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Release de Hoffmann-La Roche


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO