002_cura_port

Quem é o verdadeiro responsável pela cura da hepatite C?

02/03/2012

Penso seriamente se serão os medicamentos os responsáveis pela cura da hepatite C ou, será o organismo do paciente que consegue a cura. Atenção, não estou querendo sequer insinuar que os medicamentos não são necessários, pelo contrario, eles são fundamentais para conseguir a cura. Aonde vou querer chegar é na importância do organismo e da atitude do paciente para ficar curado.

A resposta imune o indivíduo, chamado de "hospedeiro" pelos pesquisadores é que determina quem fica infectado de forma crônica e quem cura espontaneamente nos poucos meses seguintes a infecção. Hoje se conhece que entre 15 e 20% das pessoas que se infectam com o vírus da hepatite C conseguem se livrar do vírus de forma espontânea, num período máximo de seis meses após o contagio.

Passados seis meses, se a infecção permanece, então o indivíduo passa a ser um doente crônico e a progressão da doença destruindo o fígado será inevitável. A cura nesses casos somente será possível com o auxilio dos medicamentos.

Mas também é muito curioso que não todos irão evoluir da mesma forma e na mesma velocidade. A historia natural da infecção pelo vírus da hepatite C é muito variável. Entre 15 e 30% dos infectados desenvolverão cirrose num período entre 20 e 30 anos após acontecido o contagio, mas alguns poderão chegar a cirrose em menos 10 anos e outros levarão tanto tempo que morrerão de velhice sem ter chegado sequer a uma fibrose preocupante.

Vejo então que cada indivíduo reage de forma diferente ante o ataque do vírus, alguns o expulsam logo no inicio e entre os que ficam doentes estão os que o controlam e os que são atacados com maior intensidade.

Certamente cada um desses indivíduos vai ter maior ou menor possibilidade de cura com o tratamento medicamentoso, pois naqueles que o organismo está ajudando a manter o vírus no "escanteio" o interferon peguilado ou outros medicamentos que venham a ser empregados terão sua ação facilitada.

Acredito que o próprio paciente é responsável pela possibilidade de cura, não somente pela reação do organismo como demonstrado acima, mas também pela atitude positiva e a educação e aderência que ele tiver durante o tratamento com medicamentos.

Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO