020_cura_port

Você está preparado para receber os novos tratamentos para hepatite C?

15/06/2015

Novos medicamentos para tratamento da hepatite C estão chegando. Além do interferon e da ribavirina vários medicamentos de uso oral, alguns combinados entre si e em alguns casos até combinados com o interferon peguilado serão as opções para o tratamento.

Pensar que em 1995 quando eu tratei minha hepatite C a possibilidade de cura era de 7% e durante 21 meses tomei interferon três vezes por semana e cinco pílulas de ribavirina ao dia, no total tomei mais de 3 quilos de ribavirina e apliquei 282 ampolas de interferon, mas valeu o enorme sacrifício e estou curado há 18 anos.

Agora com os novos medicamentos os tratamentos passam a ser de curta duração, entre 12 e 24 semanas, com possibilidade de cura de aproximadamente 90% no total, em alguns casos muito acima disso.

Mas para ter sucesso é necessário estar preparado para o tratamento.

A INFORMAÇÃO É FUNDAMENTAL


Antes do tratamento é muito importante aprender o máximo possível sobre a doença e o tratamento. Converse com outras pessoas que passaram pelo tratamento, elas são os melhores especialistas. Fale abertamente com seu médico, pergunte tudo o que tiver de duvidas. Existindo algum grupo de apoio ativo na sua região frequente as reuniões. Pesquise na internet em sites confiáveis ou em grupos no Facebook onde vai encontrar apoio.

Mas tenha cuidado, em geral os pacientes mais graves são os que colocam mais postagens no Facebook, passando a impressão que a doença e o tratamento são muito ruins. Quem esta bem raramente escreve. Também uma boa fonte de informação são os sites e o Facebook dos fabricantes de medicamentos para orientar os pacientes.

CUIDANDO DA VIDA PROFISSIONAL

O tratamento com interferon peguilado pode provocar efeitos colaterais que podem prejudicar o trabalho. Se a indicação de tratamento utiliza interferon é necessário comunicar no trabalho que durante o período de tratamento poderá não ter o mesmo rendimento como de costume.

Seja qual for o tratamento, inclusive sem interferon, a necessidade de realizar exames e consultas médicas poderá comprometer o horário de trabalho.

Os tratamentos livres de interferon provocam menos efeitos colaterais, mas aqueles com maior dano no fígado podem ter alguns efeitos de maior grau.

Sempre que possível comunique o tratamento a seu chefe, mas tenha sempre uma testemunha presente ou grave a conversa no seu celular, para ser utilizada judicialmente caso venha a ter uma demissão arbitraria pela doença.

CUIDANDO DA VIDA FAMILIAR E SOCIAL

Comunique a sua família e amigos íntimos a sua condição de infectado e explique o tratamento que vai realizar. Não está escrito na sua testa que você tem hepatite C ou que está em tratamento!

Mudanças na suas atitudes podem acontecer e a sua família e amigos ignorando sua situação podem entender que você passou a não mais gostar deles.

A ajuda da família é fundamental para levar o tratamento até o fim!

PREPARANDO SEU CORPO

O tratamento da hepatite C é um processo que requer a mente e o corpo preparados em boa forma. Álcool, especialmente em grandes quantidades, pode acelerar a progressão dos danos ao fígado.

Você poderá ser obrigado a abster-se de álcool e drogas por 6 meses e participar de um programa de tratamento da dependência para receber o tratamento.

Exercício físico moderado é recomendado para a maioria das pessoas com hepatite C. Fale com o seu médico antes de iniciar qualquer programa de exercícios. Há muitas maneiras de realizar exercício físico, como caminhadas, yoga, e dança para citar alguns.

EXAMES MÉDICOS

Antes de iniciar o tratamento serão solicitados, entre outros, os seguintes exames:

- Teste de gravidez - Se a ribavirina fizer parte do tratamento toda mulher deve verificar se não está gravida antes de iniciar o tratamento, inclusive se quem vai fazer o tratamento é o seu parceiro homem.

- Carga viral - HCV RNA - é o teste que confirma a infecção e o resultado serve para acompanhar o tratamento.

- Genotipagem - Determina o genótipo presente na infecção. Serve para determinar o tipo de tratamento e a duração.

- Antes do tratamento devem ser realizados exames que incluem o hemograma total, diabetes, tiroide e testes hepáticos entre outros, especialmente para pacientes com mais de 40 anos de idade.

- Dentista - É interessante uma consulta ao dentista para verificar se é necessário realizar algum procedimento com antecedência, o concluindo antes do iniciar o tratamento da hepatite C. Discuta com seu médico.

- Vacinas - Podem ser aplicadas durante o tratamento, mas o ideal é tomar todas as vacinas antes de iniciar o tratamento.

- Ansiedade - Fale com seu médico e se necessário um psiquiatra poderá receitar medicamentos para diminuir a ansiedade e a depressão.

MEDICAMENTOS

O tratamento da hepatite C é realizado com medicamentos de uso oral, em alguns poucos casos é necessário os combinar com interferon peguilado injetável.

Fale com o seu médico para receber explicações detalhadas sobre como e quando tomá-los. Pergunte ao seu médico, caso você esquecer de uma dose, quanto tempo após pode tomar essa mesma. Nunca tome duas doses do mesmo medicamento ao mesmo tempo!

Se você está pensando em viajar, faça uma cópia de suas receitas para levar com você.

A responsabilidade do sucesso no tratamento depende do rigor com que o paciente respeita dosagens e horários para tomar o medicamento. O sucesso depende do próprio paciente!

CUIDANDO DOS EFEITOS COLATERAIS

Os efeitos colaterais mais comuns do tratamento oral livre de interferon são fadiga, dor de cabeça, náuseas, diarréia e insônia. No entanto, é importante saber que nem todo mundo tem esses efeitos colaterais, e a maioria das pessoas não têm efeitos adversos graves. Nos ensaios clínicos, menos de 1% dos indivíduos tiveram efeitos colaterais que necessitaram da interrupção do tratamento.

Os efeitos colaterais do tratamento são geralmente passageiros e desaparecem gradualmente após o tratamento. Isso pode levar semanas ou meses, raramente até um ano.

CONTROLE DA NATALIDADE

Se ribavirina é parte do tratamento do tratamento:

CUIDADO!
Durante o tratamento, tanto do homem como da mulher, use métodos efetivos para não conceberem, utilizando duas barreiras de proteção, a pílula e o preservativo. Este cuidado deve se prolongar por até seis meses após o final total do tratamento. Tanto o interferon como a ribavirina podem causar graves problemas no embrião e no feto.

MINHAS RECOMENDAÇÕES


- Escreva em um papel porque você gostaria de ser tratado e defina metas a serem alcançadas antes de iniciar o tratamento, como atividades físicas que vai realizar, eventos aos quais deseja comparecer, livros para ler, cinema e teatro que vai querer assistir, eventos sociais, etc..

- Durante o tratamento consulte a cada dois ou três dias isso que você escreveu. É uma excelente ideia para ficar motivado.

- Marque no calendário a data estimada para terminar o tratamento, essa deve ser a meta principal!

- Lembre que se bem a grande maioria vai conseguir a cura, um pequeno número de pacientes não vai ter sucesso. Isso não deve ser angustiante, pois afortunadamente hoje em dia existem outras opções de tratamento para tentar novamente.

- Mantenha sempre a mão os telefones de contato do médico e serviços assistências, pois poderá necessitar em algum momento, inclusive em feriados, algum cuidado médico.

Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO