028_cura_port

Benefícios com a cura da hepatite C

04/08/2016

A cura da hepatite C, chamada cientificamente de "Resposta Viral Sustentada" é o resultado ideal para os infectados.

Um estudo realizado na Escócia no banco de dados do governo com 3.385 pacientes tratados para hepatite C entre 1996 e 2011 levantou nesses pacientes os eventos relacionados ao fígado, ou não relacionados, quando aconteceu a primeira internação grave pelo fígado, doenças cardiovasculares acontecidas, doenças respiratórias, neoplasias, intoxicação por álcool, intoxicação por drogas e lesões relacionadas com violência.

Foi determinada a associação entre a cura da hepatite C e cada evento acontecido nos pacientes, para considerar a redução do risco relativo e o risco absoluto, comparando os eventos com a gravidade da doença hepática. Os 3.385 pacientes foram acompanhados durante 5,3 anos (em média).

RESULTADOS

- Os infectados com hepatite C que obtiveram a cura da doença apresentavam uma redução superior aos 75% do risco de mortalidade relacionada ao fígado com doença altamente elevada em comparação com os não curados.

- A mortalidade por causas não relacionadas ao fígado foi 32% menor entre os infectados curados em comparação com os que não obtiveram a cura.

- Foi observada uma redução de 30% no risco de hospitalização por doenças cardiovasculares nos que obtiveram a cura da hepatite C em relação aos não curados.

Concluem os pesquisadores que em geral a cura da hepatite C é associada com um risco reduzido para uma variedade de problemas relacionados, ou não, ao fígado e que essa redução também depende de mudanças comportamentais e de estilo de vida, levando uma vida mais saudável.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Toward a more complete understanding of the association between a hepatitis C sustained viral response and cause-specific outcomes - Innes HA, McDonald SA, Dillon JF, Allen S, Hayes PC, Goldberg D, Mills PR, Barclay ST, Wilks D, Valerio H, Fox R, Bhattacharyya D, Kennedy N, Morris J, Fraser A, Stanley AJ, Bramley P, Hutchinson SJ - Hepatology. 2015 Aug;62(2):355-64.


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO