004_depoi_port

Meu nome é Catarina - Brasil



Sou portadora de do vrus da Hepatite C, e penso ter sido contaminada desde 1987 quando me submeti a uma cirurgia e necessitei transfusão de sangue. Pelo menos esta é a única explicação para a contaminação.

Dez anos depois, durante realização de exames foi detectada a presença do virus, dai, vieram os procedimentos complementares, carga viral, genotipagem, a realização da biópsia, e a primeira tentativa de tratamento. A principio tomei interferon alfa tres vezes a la semana e ribavirina por 18 meses. Nesse período eu ainda trabalhava ( exercia minha profissão de assistente social na área da infância e adolescência). Foi um sufoco passar por efeitos colaterais da medicação, ou seja, dores pelo corpo, febres, indisposição, sensacão de fraqueza, fadiga, as vezes sono intenso, outras insonia... enfim, todos os sintomas já conhecidos por todos, e ainda ter que trabalhar.

Mas mantive firme, não faltava ao trabalho e procurava me manter sempre animada ,pois julgava ser parte preponderante para o sucesso do tratamento. Durante todo o período de tratamento, as transaminases se mantiveram estáveis, o que me levou a ter muita esperança de exito. Entretanto, não consegui zerar o virus.

Algum tempo depois me submeti a novo tratamento, desta feita com o interferon peguilado e ribavirina. Os efeitos colaterais foram ainda mais fortes, e novamente o resultado frustrante. Hoje, estou aposentada, após mais de trinta anos de serviço, não em virtude de problemas de saude, mas tempo de contribuição previdenciária. Sou tambem hipertensa e tenho hipotiroidismo, mas levo uma vida normal.

Atualmente, faço yoga, adoro viajar, ver bons filmes (ruins também, às vezes), curto meus netos e não me privo de nada. A única coisa que me incomoda muito, são os prúridos... Chega a pertubar meu sono, e estou sempre com a pele horrível. Mas, também... pudera... diante de tantos problemas de saude, algum sintoma eu sei que teria. Dessa forma, convivo muito bem com a terrível coceira.

Recebo acompanhamento com um hepatologista excelente, Dr. Francisco Souto alem disso sou orientada por uma filha que embora não seja da área, (ela é pediatra), está sempre lendo e procurando novas informações sobre o caso, e duas netas academicas de medicina, que também se mostram preocupadas e interessadas. Como se não bastasse, estou sempre buscando no site hepato.com as novidades e informaçoes.

Dessa maneira, convoco todos os portadores de HCV, HBV, HIV para ser felizes, deixando de lado essas informaçoes distorcidas e preconceituosas que as vezes aparecem na imprensa para preencher lagunas da falta de notícias boas.

Atenciosamente Catarina.

Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO