014_depoi_port

Helena Salgado Curti - Brasil



Meu nome é Helena Salgado Curti, sou casada há 8 anos e tenho uma filha de 5 anos. Descobri no ano de 2005, no oitavo mês de gestação ser HCV positiva, apresentei um forte prurido noturno (coceira) pelo corpo todo.

Devido ao incômodo e preocupação com o ocorrido, procurei uma dermatologista, que princípio achou que poderia ser sarna. Usei produtos como sabonete, shampoo, etc.. para tal problema... mas a médica resolveu ir mais a fundo solicitando exames de sangue das taxas do fígado, as famosas transaminases! Foi aí que veio a surpresa, elas estavam elevadas e foi feito o exame de sangue para verificar se era hepatite c. Deu positivo.

Acredito que não era sarna coisa nenhuma... e sim uma colestase intra hepática gravídica, que é raro as grávidas apresentarem.

No início por não saber nada a respeito da hepatite c, não fiquei preocupada e sim quis saber um pouco mais sobre esse diagnóstico.

Fui prematura de 6 meses e há 38 anos atrás, quando a medicina não estava tão avançada, recebi plasma e fiquei 2 meses na incubadora. Os médicos acreditam que foi nessa época que contraí a doença. Fui vitoriosa, sobrevivi... e não seria agora que iria entregar os pontos.

Iniciei a batalha, fui a infectologista, hepatologista e houveram muitas controversas em tratar e não tratar. Fiquei em não tratar e só fazer acompanhamento médico através de exames de sangue.

Confiei em meu infectologista. Meu genótipo é 3 A, fibrose grau 2 e no início apresentava baixa carga viral.

Senti-me aliviada em não ter que tratar às pressas, afinal estava com um bebê recém - nascido em casa e sabia o quanto ela necessitaria de mim.

Passaram-se 4 anos e um anjo bateu em minha porta. Uma conhecida me indicou um especialista, que se prontificou em mostrar meus exames para um hepatologista, que hoje é com quem me trato.

Profissional de inteira confiança, diretor da pró fígado do Hospital Oswaldo Cruz de São Paulo: Dr. Maurício F. Almeida Barros. Sempre me recebe de braços abertos e é muito objetivo em tudo que diz.

Fiz um tratamento de 6 meses com Interferon Peguilado (PegIntron) + Ribavirina. Apresentei mau humor, leve anemia, alguma depressão, dor de cabeça constante, dores musculares, calafrios, etc... mas sempre confiando primeiramente em mim, em Deus e naqueles que estavam ao meu lado.

Com 1 mês de tratamento obtive resposta virológica sustentada, cheguei a negativar o vírus. Um mês após o término do tratamento deu recidiva, foi um choque imenso, saí do consultório aos prantos, não acreditava que teria que fazer um novo tratamento e desta vez, por 1 ano.

PERDI O CHÃO!! EU QUE SEMPRE FUI TÃO FORTE !!!

Mas fui em frente... pensando sempre na minha família, nos meus pais, que sempre estiveram ao meu lado desde o início me dando todo respaldo.

Só que desta vez o tratamento seria diferente disse Dr. Maurício: começaremos com Interferon Peguilado Pegasys (Roche) + Ribavirina + Alfapoetina (devido à anemia apresentada no primeiro tratamento e é claro um antidepressivo: Cloritrato de Venlafaxina. Foi necessário e agradeço por isso. O mau humor foi embora, a depressão também e tudo pareceu mais light. Está dando para encarar...

Por incrível que pareça os efeitos colaterais estão mais amenos e estou mais confiante.

Como havia mencionado acima, quando disse que fui atrás de informações, QUERO DEIXAR BEM CLARO, que nem sempre é bom deixar se impressionar com tudo que se lê... lembrem-se cada caso é um caso e cada organismo reage de uma forma. Vale à pena ler textos que esclareçam e nos guiem para horizontes mais tranqüilos.

Quero agradecer ao Carlos Varaldo por suas preciosas informações que recebo em meus emails e pelos seus livros enriquecedores.
Pela palestra assistida, no lançamento do livro de Christopher Kennedy, "C sua vida mudasse" que vale a pena ler.

Recomendo também: "Hepatite C minha história de vida da autora: Natalia Mira de Assumpção Werutsky.

Espero ter contribuído de alguma forma com todos vocês que são meus companheiros de luta.

Caso queiram trocar informações aqui vai meu email: kurti@uol.com.br.

Um abraço a todos.

Helena Salgado Curti

Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO