015_depoi_port

Helo - Paz, Amor e Fé - Brasil



Em agosto de 1999 ao fazer exames pré-operatórios, acusou os exames ser eu portadora do vírus de Hepatite C mediante atestado médico de um especialista em infecção.

Acredito que adquiri o vírus em uma cirurgia feita faz 10 anos, de fistula perianal em forma de ferradura, quando tive uma infecção generalizada, retornando a outro hospital, para curar-me.

Sai viva, com remédios importados da Alemanha, Suíça e EEUU. Infelizmente a medicação brasileira não estava fazendo efeito. Nesta operação sofri um erro médico, a médica cortou a minha esfíncter, a interna e a externa. Ficou por isto mesmo.

Pois a pena maior seria de minha parte, passar por três juntas médicas, e ser motivo de gracinha de parte de todos. A parte afetada não é lá muito de conversas sociais. Operei-me em agosto de 1999, esqueci o Vírus. Mas a cobrança dos médicos amigos era enorme.

Uma manhã de domingo entrei na Internet, comecei a navegar e descobri o site Otimismo. Imprimi um livro com a literatura do mesmo. Entrei em contato com Carlos que me deu a maior força para fazer a biopsia e ir a luta com o tratamento. Fiz a biopsia em junho de 2000, aproveitei e retirei a vesícula e uma pedra de 1cm c/1ml.

Estou tomando Interferon e Ribavirina. Graças a um ser humano que é um anjo bom em minha vida que conheci no Chat do Otimismo. Enviou-me a medicação de SP. Estou com dificuldades em receber a medicação, dei entrada nos papéis no dia 17 de julho e até agora não obtive resposta. Uso a enviada de SP.

Sinto muito cansaço e desanimo. As juntas doem, nos joelhos e ombros. Sensação de estar ficando gripada. Há madrugadas tenho muito frio, tomo a Interferon ao final do dia. Minha hora é a parte da manhã, posso trabalhar, funcionar normalmente. Parte da tarde quero caminha. Há momentos que perco o equilíbrio, esqueço onde deixei o telefone sem fio.

Estes detalhes que fazem parte de nossas vidas. Mas estou conseguindo sobreviver. Sem choro, reclamações e autopunição. sou solteira sem filhos e moro sozinha, aposentada, tenho de ter qualidade de vida, e terei GRAÇAS ao TRATAMENTO iniciado.

Meus cabelos eram longos, abaixo do ombro. Cortei-os bem curtos, para que no caso se caíssem não fosse muito assustador. Preparei-me para tomar a medicação e agüentar o tranco. Faço acupuntura todas as terças, dieta pesada, não bebo, apenas porre de água mineral. Carne vermelha uma vez na vida e outra ao final dela. apenas carne branca. Muitos legumes, sem sal e gordura.

Continuo cursando Formação Holistica na UNIPAZ, administro o meu prédio, e vou em frente. Não é um bicho de sete cabeças.

Louvo o trabalho de Carlos e aqui fica o meu agradecimento público pelo bem que ele me tem feito. Ele não é um anjo é um ARCANJO que caiu na vida de todos nós.

Trato-me com Dra Eliana Bicudo infectologista, e estou tomando a pílula da alegria, pois andei entrando em dow, o nome é PROZAC, muito bom. Vejo tudo cor de rosa. sou diabética e a minha taxa após fazer a biopsia e tomar Interferon, esta baixíssima, sou tipo 2, dependo de insulina.

Aplico Interferon tranqüilamente. Coloco-me a inteira disposição para dentro dos meus limites ajudar como fui ajudada.

HELO >

PS.: A HELO se encontra negativada desde o segundo semestre de 2001. Venceu a guerra.

Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO