035_depoi_port

Meu nome é Sandra e vou contar minha trajetória do vírus HCV - Brasil



Em 2001 estava no trabalho e fomos convocados para uma reunião na qual um biólogo pedia pra quem pudesse fazer uma doação de sangue, principalmente quem tivesse o tipo O negativo, em virtude de uma sobrinha que estava na U.T.I. passando por um problema muito sério de saúde, que ajudasse indo fazer a doação. Eu e minha amiga concordamos e fomos ao Instituto Adolfo Lutz e depois de alguns dias eu recebi uma carta comunicando que tinha dado positivo para HCV, mas que poderia ser também um resultado falso positivo e coisa e tal.

Procurei um clinico geral que pediu outra sorologia que confirmou o resultado e então fui encaminhada para o primeiro infectologista que passou a fazer meu acompanhamento, passei por vários exames, fiz biópsia que confirmou hepatopatia crônica moderada F1, estava com 42 anos e daí pra frente a cada quatro meses faço todos os exames e procuro sempre esclarecer todas minhas dúvidas a respeito da doença. Bebida alcoólica não foi problema, pois só brinde de natal e ano novo faziam parte da minha vida, mas chocolates, doces, carne suína e exercícios físicos que não tinha hábito de fazer acabou fazendo eu repensar meus hábitos. Já fiz duas biópsias e estou em exames para fazer a terceira que será lá para o mês de junho, carga viral sempre em milhões, confesso que já fiquei muito apavorada, com muito medo e insegura. Hoje estou bem assistida e tenho bom relacionamento com minha infecto que agora é uma Doutora e faço tudo pra ter uma vida bem saudável. Meu marido e filhos fizeram o exame e não tem. Não tenho idéia também como contraí, mas o importante que descobri no momento que quis praticar um ato de generosidade e me tornar depois doadora permanente, assim tive a oportunidade de já estar sendo acompanhada e me integrar no assunto.

Participo de várias comunidades do Orkut pra troca de experiências e fiz até amigas no MSN com as quais converso às vezes.

Eu espero poder fazer o tratamento e ficar livre do vírus e oriento as pessoas que conheço com cuidados que podem ser tomados pra evitar a contaminação em salão de beleza, dentistas de muita confiança, enfim passo o pouquinho que sei.

Essa é minha história, hoje estou com 53 anos, continuo trabalhando no mesmo local contratada ainda rs.rs.s.... e bola pra frente.

Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO