001_diabete_port

A cura da hepatite C impede o aparecimento do diabetes

25/06/2012

É conhecido que entre os infectados com o vírus da hepatite C existem cinco vezes mais diabéticos que na população em geral.

O vírus da hepatite C está associado a provocar resistência à insulina. Quando existe resistência à insulina a progressão da fibrose acelera e acreditasse que a probabilidade de cura com o tratamento diminui.

Um estudo publicado na Hepatology pesquisou se os indivíduos que conseguem a cura da hepatite C após um tratamento com interferon peguilado e ribavirina impedem o desenvolvimento da resistência à insulina em longo prazo.

Foram incluídos 431 pacientes os quais antes de iniciar o tratamento realizaram uma biopsia do fígado para se conhecer o grau de fibrose (classificação pela escala de Ishak) e o grau de esteatose (gordura no fígado). Em todos foi calculado o índice HOMA referente a resistência a insulina.

Antes do tratamento um índice HOMA acima de 2 foi encontrado em 12% dos pacientes, sendo associada a um maior peso corporal, carga viral acima de 600.000 IU/ml, fibrose igual ou acima de 4 (classificação pela escala de Ishak) ou esteatose moderada a grave,

Não foi encontrada uma influencia negativa da resistência a insulina nas taxas de resposta terapêutica. A resposta sustentada (cura da hepatite C) foi obtida por 63% dos pacientes com um índice HOMA abaixo de 2 e por 60% dos que apresentavam HOMA acima de 2.

Aos 24 meses após o tratamento o índice HOMA dos que obtiveram a cura permanecia nos valores de antes do tratamento, mas o que fracassaram ao tratamento o índice HOMA teve um significativo aumento. Entre os pacientes curados somente em 7% o índice HOMA teve aumento, contra 17% dos que não obtiveram sucesso com o tratamento.

Concluem os autores que em pacientes não diabéticos antes do tratamento da hepatite C, a realização do tratamento conseguindo a cura da doença impede o desenvolvimento da resistência a insulina e consequentemente do diabetes.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
A sustained virological response prevents development of insulin resistance in chronic hepatitis C patients. - Aghemo A, Prati GM, Rumi MG, Soffredini R, D'Ambrosio R, Orsi E, De Nicola S, Degasperi E, Grancini V, Colombo M. - Hepatology. 2012 May 22. doi: 10.1002/hep.25867 - published online.


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO