006_diabete_port

A hepatite C e a síndrome metabólica

25/05/2015

Infectados com hepatite C apresentam risco maior de desenvolver síndrome metabólica. Síndrome metabólica afeta aproximadamente 34% da população adulta, mas está aumentando entre crianças e adolescentes.

A síndrome metabólica aumenta o risco de desenvolver diabete tipo 2, acidente vascular cerebral (AVC), doenças cardíacas, doenças renais (como pedras nos rins), esteatose (fígado gorduroso), apneia do sono, ovários policísticos e inchaços nas pernas ou braços.

Uma circunferência da cintura maior que 102 centímetros nos homens e 88 centímetros nas mulheres já é um fator para se suspeitar que a pessoa esteja com síndrome metabólica.

O colesterol HDL abaixo de 40 mg/dl em homens ou 50 mg/dl em mulheres ou triglicerídeos acima de 150 mg/dl também são indicativos do desenvolvimento da síndrome.

Pressão arterial de 130 x 85 ou acima disso, ou indivíduos que utilizam medicamentos para controle da pressão assim como glicose acima de 100 mg/dl em jejum ou aqueles que utilizam medicamentos para controle do diabetes devem realizar uma consulta médica para investigar sobre a síndrome metabólica.

A obesidade também é um importante fator de risco.

Para um infectado com hepatite C e, que ainda apresente algum dos fatores de risco acima citados, os cuidados devem ser redobrados, pois as consequências podem ser graves.

Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO