011_diabete_port

Curar a hepatite C melhora o controle do diabetes

09/09/2017

Em pessoas com diabetes a hepatite C é encontrada em número três vezes maior que na população em geral (Virology Journal20107:304). Portanto, você que sofre com a diabetes é importante saber se você tem hepatite C, uma doença que por ser silenciosa e sem sintomas pode estar no organismo.

Tais benefícios nas pessoas com diabetes justificam que todos realizem quanto antes o teste da hepatite C e se positivos o tratamento, hoje um tratamento simples, de somente 12 semanas, oral e sem efeitos colaterais e com cura de 95% dos tratados.

Fala a pesquisa que uma melhora no nível de HbA1c melhora as complicações microvasculares da diabetes, incluindo nefropatia, neuropatia e retinopatia, portanto, o tratamento precoce da hepatite C poderia potencialmente retardar o aparecimento e a progressão das complicações de diabetes. A queda significativa no nível de HbA1c associado à cura da hepatite C foi restrita a pacientes sem cirrose e não aos pacientes com cirrose, mais um indicador para diagnosticar quanto antes uma possível infecção pela hepatite C.

O estudo mostrou que uma melhora nos níveis de HbA1c com a erradicação bem-sucedida da hepatite C, também pode melhorar a gordura no fígado, que acompanha frequentemente a diabetes e a hepatite C.

O estudo realizado nos Estados Unidos incluiu 2.435 pessoas com diabetes infectadas com hepatite C, tratando a hepatite C com os novos medicamentos orais livres de interferon.

Os pacientes não só têm uma melhora no nível de HbA1c depois de alcançar a cura da hepatite C, não somente diminuindo o uso de drogas antidiabéticas, eles também são menos propensos a exigir insulina, concluíram os pesquisadores.

Concluem os autores que o tratamento da hepatite C tem o potencial de impactar não só no que se refere à doença do fígado, mas também ao controle do diabetes.

MEU COMENTÁRIO

Tanto a hepatite C quanto o diabetes são muito prevalentes no Brasil. Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes cerca de 12 milhões de pessoas, apresentam diabetes, enquanto 1,5 milhões estão infectados com a hepatite C.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Improvement in Glycemic Control of Type 2 Diabetes After Successful Treatment of Hepatitis C Virus. - Hum J, Jou JH, Green PK, Berry K, Lundblad J, Hettinger BD, Chang M, Ioannou GN - Diabetes Care. 2017 Sep;40(9):1173-1180.


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO