017_doen_relac_port

Muitas pessoas com outras doenças podem estar infectadas com hepatite

15/06/2015

A hepatite C afeta o fígado, mas também pode estar associada a diversas doenças que afetam outros órgãos, não necessariamente o fígado, as quais nesse caso são denominadas de doenças extra-hepáticas. A associação entre essas doenças extra-hepáticas com a infecção da hepatite C é forte o suficiente para que essas pessoas sejam testadas para as hepatites.

Muitas destas manifestações extra-hepáticas podem ser agrupadas em cinco tipos: doenças do sangue, perturbações auto-imunes, doenças de pele, doenças renais e, doenças do comportamento.

Mas atenção, isso não significa que os infectados com hepatite C venham desenvolver essas doenças, simplesmente que elas possuem maior risco de se desenvolver em quem é infectado, alertando que muitas pessoas sem hepatite C também desenvolvem as mesmas doenças.

- Crioglobulinemia
: É uma doença causada por proteínas anormais no sangue chamadas de crioglobulinas que ocasionam dores nas articulações, artrite, aumento do baço, inflamação dos vasos sanguíneos na pele e nervos e doença renal.

- Linfoma não-Hodgkin: Este é um tipo de câncer que afeta um determinado tipo de célula do sistema imune como um linfócito. Embora raro, estudos têm mostrado uma associação entre infecção por hepatite C e células do linfoma não-Hodgkin. Este parece ser mais comum em pacientes com imunocitoma (um tumor maligno de baixo grau com evolução habitualmente indolente) normalmente associado com crioglobulinemia.

- Hipotireoidismo: Entre outras doenças, infectados com hepatite C podem ter problemas com hipotireoidismo. Afeta mais as mulheres do que os homens.

- Síndrome de Sjögren: Provoca falta de salivação, olhos secos e falta de fluido vaginal. Pessoas com problemas de salivação ou olhos secos devem procurar um médico para um correto diagnóstico, pois não necessariamente poderá ser o Síndrome de Sjögren.

- Púrpura trombocitopênica auto-imune: Esta desordem causas hematomas e sangramento sob a pele causada por uma diminuição do número de plaquetas (destruídas pelo sistema imunológico).

- Porfiria cutânea tardia: Esta doença de pele é caracterizada por sensibilidade ao sol, pele frágil e formando bolhas. As bolhas aparecem nas zonas expostas ao sol, como o dorso das mãos, os braços e a cara. Embora não seja claro como a hepatite C está envolvida, existe uma forte associação entre a hepatite C e a forma esporádica da porfiria cutânea tardia já que as porfirinas produzidas em excesso pelo fígado se acumulam no corpo e tornam a pele mais sensível à luz.

- Vasculite: Esta é uma inflamação dos vasos sanguíneos, o que muitas vezes leva a lesões pequenas, escuras, redondas na pele. Os sintomas clássicos da vasculite, geralmente, são manchas vermelhas na pele, sensação de formigamento ou perda da sensibilidade da região afetada pela vasculite e dor nas articulações próximas à região afetada pela doença.

- Líquen plano: Trata-se de uma condição benigna, porém de longa duração e muito incômoda por causa de seus sintomas. É caracterizada por prurido com manchas azuis esbranquiçadas que forma escamações de forma achatada na pele ou nas membranas mucosas que podem se aglutinar para formar placas maiores sendo normalmente encontradas na parte interna dos pulsos, pernas, genitais, coçam muito e aparecem simetricamente (em ambos os pulsos, por exemplo). Esta doença também está associada a muitas doenças do fígado quando em estágios avançados.

- Doença Renal: É um tipo de dano nos rins que pode ser ocasionado pela hepatite C.

- Diabetes tipo 2: Existe maior risco em infectados com hepatite C de desenvolver diabete tipo 2 que na população em geral.

- Depressão: Depressão e ansiedade podem estar relacionadas em alguns casos com a hepatite C, afetando a qualidade de vida.

- Resultados anormais no hemograma: Valores anormais no resultados das transaminases ou plaquetas em número abaixo do ideal podem indicar um quadro de infecção pela hepatite.

RECOMENDAÇÃO

Em todas essas doenças e condições relatadas neste artigo os médicos deveriam realizar o teste das hepatites.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Hepatitis C: a multifaceted disease. Review of extrahepatic manifestations - Gumber SC, Chopra S. Ann Intern Med 1995; 123:615.


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO