025_doen_relac_port

Pacientes com crioglobulinemia apresentam alta possibilidade de cura da hepatite C

07/11/2016

Infectados com hepatite C que apresentam também crioglobulinemia mista* que recebem o tratamento com interferon peguilado e ribavirina, geralmente apresentam uma regressão da crioglobulinemia. Mas acontece o mesmo efeito benéfico com o tratamento da hepatite C com os novos medicamentos libres de interferon em tratamentos que levam sofosbuvir?

Estudo publicado na "Hepatology" avaliou prospectivamente a eficácia e segurança de infectados em 44 pacientes hepatite C e crioglobulinemia tratados com sofosbuvir, sofosbuvir / ledipasvir, sofosbuvir / simeprevir ou sofosbuvir / daclatasvir. 57% dos pacientes tinham fracassado a um tratamento anterior realizado com interferon.

Todos os tratados obtiveram a cura da hepatite C, permanecendo indetectáveis após 24 semanas do final do tratamento.

Todos os pacientes tiveram uma resposta clínica de vasculite, de acordo com os pesquisadores, com 36% sendo respondedores completos-completo, 41% resposta completa e 23% respondedores parciais.

Os eventos adversos foram mínimos e de natureza leve, nenhum paciente interrompeu o tratamento devido a algum evento. Os eventos mais comuns foram anemia, fadiga e náuseas.

Concluem os autores que o tratamento da hepatite C com os medicamentos livres de interferon é altamente eficaz e seguro para os pacientes com crioglobulinemia mista associada a hepatite C e que a taxa de 100% da resposta clínica de vasculite, com base na intenção de tratar, abre a perspectiva para curar a grande maioria destes pacientes até agora difíceis de tratar.

MEU COMENTÁRIO

O resultado do estudo evidencia que a cura precoce do vírus da hepatite C evita a progressão dos danos aos tecidos causados pela crioglobulinemia mista. Os infectados com hepatite C e crioglobulinemia mista devem ser tratados imediatamente para evitar danos irreversíveis nos tecidos.

- Para entender: CRIOGLOBULINEMIA MISTA - É uma vasculite sistêmica. Pacientes apresentam fadiga, artralgia/artrite, púrpura, necrose de pele nas áreas expostas, hepatoesplenomegalia e doença renal. São necessários exames específicos para o correto diagnostico.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Prospective study of guideline-tailored therapy with direct-acting antivirals for hepatitis C virus-associated mixed cryoglobulinemia - Gragnani L, Visentini M, Fognani E, Urraro T, De Santis A, Petraccia L, Perez M, Ceccotti G, Colantuono S, Mitrevski M, Stasi C, Del Padre M, Monti M, Gianni E, Pulsoni A, Fiorilli M, Casato M, Zignego AL - Hepatology - 2016 Nov;64(5):1473-1482


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO