025_efeitos_port

Cuidando dos problemas digestivos durante o tratamento da hepatite C

09/10/2016

Alguns pacientes reclamam que durante o tratamento os medicamentos ocasionam problemas digestivos.

Para melhorar esses problemas os PROBIOTICOS podem ser uma simples alternativa. Os probióticos são alimentos que contem micro-organismos vivos que atuam como fermentadores. Quando ingeridos na forma de alguns alimentos, proporcionam efeitos benéficos à saúde. São encontrados em todos os supermercados.

Estudos sugerem que os probióticos podem ajudar a intolerância a lactose. Eles também podem ajudar a evitar gases, diarreia e outros problemas digestivos.

O iogurte é uma das fontes mais conhecidas de probióticos. Não é necessário pagar mais caro por marcas especiais, mas qualquer que contenha "culturas vivas e ativas" podem ajudar sendo suficiente.

Uma das maneiras mais fáceis de obter probióticos em sua dieta é pela adição do "acidophilus" no leite. É leite que foi fermentada com bactérias. É vendido em embalagens pequenas, contendo pouca quantidade (Yakult, Activia, etc.). Uma ou duas vezes por dia é suficiente.

O Kefir um alimento que remonta aos pastores de montanhas do Cáucaso os quais descobriram que o leite que levavam nas viagens fermentava formando em uma bebida borbulhante. Espesso, cremoso e picante como iogurte, Kefir tem suas próprias linhagens de bactérias probióticas.

A sopa de missô muito popular no Japão é uma pasta de soja fermentada que atua positivamente no sistema digestivo.

Existem suplementos probióticos em capsulas, comprimidos, pó e formas liquidas, mas eles não fornecem a nutrição extra que os alimentos oferecem. Se você estiver interessado em consumir na forma de suplementos fale antes com seu médico.

ATENÇÃO: Se você é doente grave ou tem problemas no sistema imunológico, você deve ser cauteloso sobre a tomada de probióticos na forma de suplementos.



PROBIÓTIVOS versus PREBIÓTICOS


Enquanto os probióticos contem matérias vivas os prebióticos são alimentos que alimentam as bactérias que vivem no intestino, aumentando a flora intestinal. São componentes alimentares não digeríveis que estimulam seletivamente a proliferação ou atividade de populações de bactérias desejáveis no intestino (cólon), beneficiando o organismo.

Os prebióticos são encontrados em alimentos como espargos, alcachofras, bananas, farinha de aveia, vinho tinto, mel, chicória, cebola, alho e alho porró, frutas cítricas, maças, cenoura, farelo de aveia, soja, lentilhas, ervilhas, etc.

Experimente alimentos prebióticos por conta própria ou com alimentos probióticos para dar, talvez, aos probióticos um impulso.

Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO