022_epidemi_port

O custo mundial da epidemia das hepatites

18/07/2016

Estudo publicado no "The Lancet" financiado pela Fundação Bill & Melinda Gates mostra que no mundo, o número anual de mortes atribuíveis à hepatite viral aumentou 63% entre 1990 e 2013 - passando de 895.000 para 1.454.000 -mortes a cada ano.

Essas 1.454.000 mortes anuais representam no total a perda de 45 milhões de anos de vida desses indivíduos, um custo social e produtivo imenso para o planeta.

Foram analisados os dados do "Global Burden of Disease Study" para estimar a morbidade e mortalidade causadas pela hepatite viral aguda, incluindo mortes por cirrose e câncer de fígado quando causados por alguma hepatite viral.

Foi encontrado que as hepatites B e C foram as responsáveis por 96% das mortes em 2013. É na Ásia que aconteceram a maioria das mortes.

As hepatites são a sétima causa de morte e incapacidade em 2013, matando mais gente que AIDS, malária e tuberculose. Em 1990 as hepatites estavam situadas entre a 10º e 12º causa de morte.

Concluem os autores do estudo que a enorme perda de saúde atribuível as hepatites virais é possível de ser revertida já que atualmente existem vacinas efetivas para as hepatites A e B e tratamentos que realmente curam a hepatite C.

MEU COMENTÁRIO

O estudo mostra a necessidade de os países enfrentarem quanto antes a epidemia de hepatites, vacinando, diagnosticando e tratando quanto antes os infectados é possível evitar milhões de mortes a cada ano.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
The global burden of viral hepatitis from 1990 to 2013: findings from the Global Burden of Disease Study 2013 - Dr Jeffrey D Stanaway, PhD, Abraham D Flaxman, PhD, Prof Mohsen Naghavi, PhD, Christina Fitzmaurice, MD, ProfTheo Vos, PhD, Prof Ibrahim Abubakar, PhD, Laith J Abu-Raddad, PhD, Reza Assadi, PhD, Neeraj Bhala, DPhil, Benjamin Cowie, PhD, Mohammad H Forouzanfour, PhD, Justina Groeger, MD, Khayriyyah Mohd Hanafiah, PhD, Prof Kathryn H Jacobsen, PhD, Spencer L James, MD, Jennifer MacLachlan, MS, Prof Reza Malekzadeh, MD, Natasha K Martin, DPhil, Ali A Mokdad, MD, Prof Ali H Mokdad, PhD, Prof Christopher J L Murray, DPhil, Dietrich Plass, DrPH, Prof Saleem Rana, PhD,David B Rein, PhD, Jan Hendrik Richardus, PhD, Juan Sanabria, MD, Mete Saylan, MD, Saeid Shahraz, PhD, Prof Samuel So, MBBS, Vasiliy V Vlassov, MD, Prof Elisabete Weiderpass, PhD, Steven T Wiersma, MD, Prof Mustafa Younis, DrPH, ProfChuanhua Yu, PhD, Prof Maysaa El Sayed Zaki, MD, Dr Graham S Cooke, DPhil - The Lancet - 10.1016/S0140-6736(16)30579-7


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO