022_fibrose_port

A fibrose F3 e a cirrose regridem em pacientes que curam a hepatite C - AASLD 2015

30/01/2016

Estudo apresentado no AASLD 2015 avaliou a regressão da fibrose avançada (F3) e da cirrose em infectados que obtiveram a cura da hepatite C utilizando a elastografia hepática para determinar o estado do fígado. Já era conhecido que a cura da hepatite C é associada a redução do risco de descompensação da cirrose.

O estudo, retrospectivo, incluindo 201 pacientes curados da hepatite C apresentou os dados dos primeiros 58 pacientes que completaram dois anos de curados e realizaram no mínimo dois Fibroscan®. Fibrose avançada foi definida por um resultado entre 11 e 13,9 kPa e a cirrose se o resultado era superior a 14 kPa.

Os pacientes eram de idade avançada, em média com 60,7 anos, 70% masculinos, 25,9% tinham hipertensão, 12,1% diabetes, 12,1% apresentavam colesterol elevado e o índice de massa muscular - IMC - médio era 24,7.

Dos 35 pacientes que tinham cirrose antes do tratamento 52,9% demonstrava melhoria pelo Fibroscan® ao ser realizado em média 2,8 anos após a cura. A melhoria foi definida como uma regressão para um estado de fígado com fibrose.

Dos 17 pacientes que apresentavam fibrose avançada (F3) antes do tratamento, 66,7% demonstrava melhoria no quadro de fibrose após dois anos de obter a cura.

O sexo, a idade, problemas individuais de saúde e o genótipo da hepatite C não foram associados com melhoramento ou agravamento da doença hepática após a cura. A transaminase ALT, albumina e o INR não foram correlacionadas com a regressão da fibrose. No entanto, o aumento das plaquetas aconteceu nos pacientes curados.

Concluem os autores que a cura da hepatite C consegue melhorar o grau de fibrose e cirrose e ainda aguardam em 2016 os resultados dos demais pacientes.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Regression of Advanced Fibrosis or Cirrhosis Measured by Elastography in Patients with Chronic Hepatitis C who Achieve Sustained Virologic Response after Treatment for HCV - Ana Maria Crissien, William B. Minteer, Jason J. Pan, Catherine T. Frenette, Paul J. Pockros - Abstract 108 - AASLD 2015


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO