012_hbv_port

Prognosticando o sucesso no tratamento da hepatite B

01/03/2014

O tratamento da hepatite B procura como resultado a seroconversão do antígeno HBeAg em AntiHBe e tornar indetectável a carga viral (DNA/HBV), mas um estudo publicado na "Hepatology" mostra que o nível no soro do antígeno de superfície HBsAg estabelece um critério para prever o resultado do tratamento.

Os pesquisadores observaram 2.139 infectados com hepatite B, nenhum estava co-infectado com hepatite C, todos sem qualquer tratamento antiviral anterior e sem cirroses. A seroconversão do antígeno HBeAg e a carga viral indetectável foram observadas acompanhando 431 pacientes HBeAg positivos e 1.708 HBeAg negativos.

O nível da carga viral foi o mais importante indicador de seroconversão do antígeno HBeAg, mas o nível do HBsAg foi o mais importante indicador da possibilidade de tornar indetectável a carga viral (HBV/DNA).

Para tal compararam pacientes com níveis de HBsAG acima de 10.000 UI/ml com os que apresentavam no inicio do tratamento níveis menores, encontrando que:

- Em pacientes com HBsAG entre 1.000 e 9.999 a carga viral indetectável aconteceu em 1,20% (0,62%-2,30%) dos pacientes em tratamento.

- Em pacientes com HBsAG entre 100 e 999 a carga viral indetectável aconteceu em 2,49% (1,31%-4,75%) dos pacientes em tratamento.

- Em pacientes com HBsAG menor de 100 a carga viral indetectável aconteceu em 6,08% (3,19%-11,61%) dos pacientes em tratamento.

Concluem os autores que o nível do HBsAg antes do inicio do tratamento é um importante fator prognostico da possibilidade de sucesso do tratamento com a seroconversão do antígeno HBeAg em AntiHBe e carga viral indetectável.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Distinct Seromarkers Predict Different Milestones of Chronic Hepatitis B Progression - Jessica Liu, Hwai-I Yang, Mei-Hsuan Lee, Richard Batrla-Utermann,Chin-Lan Jen, Sheng-Nan Lu, Li-Yu Wang, San-Lin You, Chuhsing Kate Hsiao, Chien-Jen Chen - For the R.E.V.E.A.L.-HBV Study Group - Hepatology 2014; DOI: 10.1002/hep.27083


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO