015_hbv_port

ALERTA! : Se você teve hepatite B e está curado (inclusive de forma espontânea), cuidado antes de fazer tratamento com medicamentos que baixam a imunidade

01/12/2014

A reativação da hepatite B em pessoas em tratamento de câncer, artrite ou com medicamentos imunossupressores pode ser muito grave e potencialmente fatal.

Um alerta já foi realizado pelo FDA chamando a atenção para o risco potencialmente fatal de reativação da hepatite B em pacientes que receberam tratamento com anti-CD20, rituximab ou ofatumumab. A reativação pode acontecer com uma grande variedade de tratamentos imunossupressores.

Estudo publicado na "Hepatology" (on-line) recomenda que todos os pacientes que venham a receber quimioterapia, terapia imunossupressora ou transplante de órgãos, sejam testados para diagnosticar uma hepatite B ativa ou mediante os testes HBsAg e anti-HBc.

Pacientes com HBsAg positivo devem iniciar ao tratamento antiviral adequado para prevenir a reativação.

Ainda, mesmo aqueles que se recuperaram da hepatite B (com o anti-HbsAg positivo) podem se beneficiar do tratamento antiviral por causa dos riscos de sofrer uma reativação durante qualquer dos tratamentos acima citados.

Concluem os autores que existem fortes evidencias para apoiar a necessidade de testar para hepatite B todos os pacientes antes de receber tratamento de quimioterapia ou terapia imunossupressora. O tratamento prévio da hepatite B diminui o risco de reativação grave ou fatal da hepatite B.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Recent FDA warnings on hepatitis B reactivation with immune-suppressing and anti-cancer drugs: Just the tip of the iceberg? - Adrian M. Di Bisceglie MD, Anna S. Lok MD, Paul Martin MD, Norah Terrault MD, MPH, Robert P. Perrillo MD andJay H. Hoofnagle MD6 - Hepatology - DOI: 10.1002/hep.27609


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO