022_hbv_port

Hepato 2015 da SBH - Impacto do tratamento na hepatite B

09/10/2015

O tratamento atual da hepatite B objetiva a supressão sustentada da carga viral para evitar a morte do paciente seja por cirrose ou por câncer de fígado.

A importância de manter a carga viral em valores baixos diminui a incidência da cirrose e do câncer podendo ser facilmente entendida no quadro a seguir:

Carga Viral Possibilidade de Cirrose Possibilidade de Câncer
Abaixo de 300 5% 1%
Entre 300 e 10.000 6% 1%
Entre 10.000 e 100.000 10% 3%
Entre 100.000 e 1.000.000 24% 12%
Acima de 1.000.000 36% 15%


Entre os benefícios que a supressão da carga viral consegue temos a redução da fibrose em muitos casos, um menor risco de desenvolver câncer de fígado e o aumento da expectativa de vida e, surpreendentemente se observa em alguns pacientes a regressão do grau de cirrose para uma fibrose após 3 anos da supressão da carga viral.

Até que não existam medicamentos que curem a hepatite B a melhor estratégia é a vacinação. No Brasil desde que foi introduzida a vacinação no nascimento, os estudos recentes mostram uma diminuição da prevalência de portadores de hepatite B em todas as regiões do país.

Afortunadamente os estudos de medicamentos para a cura da hepatite B se encontram em fases promissoras.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Apresentação do Dr. Hugo Cheinquer no Congresso Brasileiro de Hepatologia 2015


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO