028_hbv_port

Hepatite B - Novidades apresentadas no EASL 2016
TAF - Tenofovir Alafenamide

02/05/2016

A infecção crônica da hepatite B atinge milhões de pessoas no mundo. É uma doença com risco de vida que pode levar à insuficiência hepática, câncer de fígado e morte. No momento existem medicamentos orais que controlam efetivamente o avanço da doença, em especial o entecavir e o tenofovir.

Dados finais da fase 3 de uma nova geração do tenofovir, chamada de TAF (Tenofovir Alafenamide), foram apresentados no EASL 2016, avançando no relativo a segurança dos pacientes.

Os dados de dois estudos (108 e 110) incluindo 1.298 infectados HBeAg-negativos e HBeAg-positivos, tratados durante 48 semanas em dois braços, um com tenofovir e outro com TAF foram apresentados pelos pesquisadores líderes em seções orais em auditório lotado.

Ambos estudos encontraram paramentos de não inferioridade do TAF em relação ao tenofovir no relativo a resposta terapêutica, mas o TAF demonstrou aumentar a segurança no relativo a dois problemas do tenofovir, que são a segurança renal e problemas ósseos que podem acontecer com o tenofovir.

Os efeitos adversos relatados foram idênticos com os dois medicamentos, como dor de cabeça, infecção no trato respiratório superior, nasofaringite e tosse.

No Estudo 108, 425 pacientes HBeAg-negativos foram randomizados para receber TAF (n = 285) ou tenofovir (n = 140). No Estudo 110, 873 pacientes HBeAg positivos foram randomizados para receber TAF (n = 581) ou sofosbuvir (n = 292).

94% dos pacientes tratados com TAF apresentavam carga viral abaixo de 29 IU/ml na semana 48. Com tenofovir 93% se encontravam abaixo de 29 IU/ml.

MEU COMENTÁRIO

Acredito que a utilização do tenofovir será paulatinamente descontinuada e os pacientes passarão a receber o TAF (Tenofovir Alafenamide) assim que seja aprovado pelas autoridades de cada país, devido a que outorga maior segurança para o paciente.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
- A PHASE 3 STUDY OF TENOFOVIR ALAFENAMIDE COMPARED WITH TENOFOVIR DISOPROXIL FUMARATE IN PATIENTS WITH HBEAG-NEGATIVE, CHRONIC HEPATITIS B: WEEK 48 EFFICACY AND SAFETY RESULTS - Maria Buti and others - EASL 2016 - Presentation oral - GS06

- A PHASE 3 STUDY OF TENOFOVIR ALAFENAMIDE COMPARED WITH TENOFOVIR DISOPROXIL FUMARATE IN PATIENTS WITH HBEAG-POSITIVE CHRONIC HBV: WEEK 48 EFFICACY AND SAFETY RESULTS - Henry L Y Chan and others - EASL 2016 - Presentation oral GS12


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO