030_hbv_port

Prevenção da transmissão da hepatite B da mãe para o filho

27/06/2016

Estudo publicado no "The New England Journal of Medicine" confirma que a terapia antiviral com tenofovir no final da gravidez pode resultar em uma redução de 3 vezes na transmissão da mãe, com alta carga viral, para filho (transmissão vertical) do vírus da hepatite B quando usado em combinação com imunoglobulina e a vacina da hepatite B no nascimento da criança.

No estudo foram incluídas 200 mães positivas para hepatite B e antígeno HBeAg com carga viral acima de 200.000 UI/ml. Divididas em dois grupos de 100 pacientes cada, um grupo recebeu tratamento com tenofovir após as 30 ou 32 semanas de gravidez e até quatro semanas após o parto e o segundo grupo somente teve os cuidados habituais da gravidez, sem medicamentos.

No momento do parto no grupo tratado com tenofovir 68% das mães tinha um nível de carga viral de menos de 200.000 UI/ml em comparação com somente 2% das mães sem tratamento algum.

Após 28 semanas do parto, a taxa de transmissão da mãe para o filho foi significativamente menor no grupo tratado com tenofovir, com 5% das crianças infectadas contra 18% das crianças cujas mães não receberam tratamento.

Ao nascer todas as 200 crianças receberam imunoglobulina e a vacina da hepatite B, recebendo novas doses da vacina 30 e 180 dias depois do parto.

Concluem os autores que em mães HBeAg-positivas com níveis de carga viral acima de 200.000 UI/ml no terceiro trimestre da gravidez, a taxa de transmissão da hepatite B da mãe para o filho foi menor entre aqueles que receberam a terapia com tenofovir.

MEU COMENTÁRIO

Excelente notícia para as mulheres infectadas com hepatite B que desejam ter um filho.

O resultado é tão importante que o diretor de Aids e Hepatites da OMS, Dr. Gottfried Hirnschall, diz que a nova descoberta mostra que a terapia antiviral com tenofovir terá um papel importante na eliminação da transmissão vertical da hepatite B, especialmente em mulheres com altos níveis de vírus e que a OMS irá atualizar suas diretrizes HBV em vista da evidência.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Tenofovir to Prevent Hepatitis B Transmission in Mothers with High Viral Load Calvin Q. Pan, M.D., Zhongping Duan, M.D., Erhei Dai, M.D., Shuqin Zhang, M.D., Guorong Han, M.D., Yuming Wang, M.D., Huaihong Zhang, M.D., Huaibin Zou, M.D., Baoshen Zhu, M.D., Wenjing Zhao, M.D., and Hongxiu Jiang, M.D., forthe China Study Group for the Mother-to-Child Transmission of Hepatitis B - The New England Journal of Medicine - 2016; 374:2324-2334 - June 16, 2016 - DOI: 10.1056/NEJMoa1508660


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO