013_hiv_port

Mais um estudo consegue cura de 100% da hepatite nos co-infectados HIV/HCV com fibrose avançada

25/01/2016

Na edição de janeiro de "AIDS" foi publicado um estudo sobre o tratamento da hepatite C em pacientes co-infectados HIV/HCV que apresentavam fibrose avançada utilizando tratamento oral livre de interferon e ribavirina.

O objetivo do estudo era avaliar a segurança e eficácia da combinação do sofosbuvir com o daclatasvir em 31 co-infectados com necessidade urgente de tratamento. Também foi avaliado o impacto sobre o estado histológico do fígado.

Diferentes durações de tratamento foram utilizados, em co-infectados com qualquer genótipo sem cirrose o tratamento foi de 12 semanas, nos infectados com os genotipos 1 ou 4 com cirrose o tratamento foi de 24 semanas, co-infectados com o genótipo 3 receberam 24 semanas de tratamento. Em todos os casos se o HCV/RNA (carga viral) estava detectável quatro semanas antes do final do tratamento, o tratamento foi prolongado por mais quatro semanas.

Cinquenta e dois por cento dos pacientes tinham fracassado a um tratamento anterior com interferon, 68% estavam infectados com o genótipo 1 da hepatite C, 23% com o genótipo 3 e 10% com o genótipo 4. Noventa e quatro por cento apresentavam fibrose METAVIR superior a F2 ou 9,5kPa pela elastografia e desses 45% já eram cirróticos (METAVIR F4 ou acima de 12,5kPa).

RESULTADOS

Após 12 semanas do fim do tratamento 100% dos pacientes se encontravam indetectáveis, o que significa a cura da hepatite C.

O tratamento obteve uma diminuição significativa das enzimas hepáticas e melhorou a rigidez do fígado. A média de todos os pacientes era de 11,5kPa antes do tratamento e após o tratamento a média era de 8,2kPa (os intervalos entre as duas avaliações da elastografia compreenderam um período de 32 semanas).

O tratamento com sofosbuvir e daclatasvir foi bem tolerado e não aconteceu nenhuma interrupção nos tratamentos.

Concluem os autores que o tratamento livre de interferon e ribavirina utilizando sofosbuvir e daclatasvir é bem tolerado e conseguiu 100% de resposta terapêutica, melhorando a rigidez do fígado

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Interferon-free treatment with sofosbuvir/daclatasvir achieves sustained virologic response in 100% of HIV/HCV-coinfected patients with advanced liver disease. - Mandorfer M, Schwabl P, Steiner S, Scheiner B, Chromy D, Bucsics T, Stättermayer AF, Aichelburg MC, Grabmeier-Pfistershammer K, Trauner M, Reiberger T, Peck-Radosavljevic M. - AIDS. 2016 Jan 11


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO