001_imune_port

Re-energizando o sistema de defesa para tratar as hepatites

02/01/2006

Após anos de luta o sistema imunológico de um individuo vai ficando exausto, principalmente quando enfrenta uma infecção causada por vírus, como as hepatites ou a AIDS, se tornando menos efetivo para combater os invasores.

No ultimo dia 28 de dezembro, a edição eletrônica da revista Nature's publica um estudo do Dana-Farber Cancer Institute and Emory University onde os pesquisadores detectaram que esta exaustão do sistema imune e devido a um gene (a pesquisa foi realizada em ratos). A descoberta pode nos levar a conseguir inverter o processo de esgotamento das chamadas células CD8, revigorando então o sistema imunológico dos seres humanos e assim possibilitar ao organismo uma reação mais efetiva na luta contra as hepatites e a AIDS.

As CD8 são células que lutam contra os vírus invasores do organismo, retendo na sua memória os vírus que irão encontrar, assim, elas podem reagir rapidamente contra as replicações virais, sejam ocasionadas por novas infecções ou pela a reprodução do próprio vírus, informa o Dr. Gordon Freeman coordenador do estudo.

Quando se trata de uma doença já na fase crônica e observado que as células CD8 perdem progressivamente a capacidade de responder contra os vírus. Como isto acontece a nível molecular ainda e desconhecido, mas aparentemente as células passam a se acostumar com os vírus ou a ficar exaustas no combate.

Durante o estudo os pesquisadores mediram a atividade de milhares de células CD8 dos ratos encontrando um gene conhecido como PD-1 que era muito mais ativo nas células dos ratos não infectados cronicamente por um vírus que nos ratos doentes.

Os pesquisadores observaram que o gene PD-1 e responsável por um receptor das células CD-8, o qual recebe sinais de outras células CD-8 informando sobre o invasor. Porem, nos indivíduos infectados cronicamente foi encontrada uma molécula denominada PD-L1 que diminuía esta capacidade de comunicação entre as células.

Especulam os pesquisadores que a diminuição desta capacidade de comunicação entre as células CD8 pode ser uma reação natural do sistema imunológico, pois se a reação de defesa permanecer por muito tempo os anticorpos por elas criados poderia vir a danificar os tecidos infectados.

A equipe de pesquisadores recebeu recentemente um premio da Fundação Bill e Melinda Gates por sua contribuição a novas pesquisas que levem a cura das infecções virais, a qual passou a financiar a continuidade destas pesquisas junto com o National Institutes of Health, a Howard Hughes Medical Institute, e o Cancer Research Institute, todos dos Estados Unidos. O Instituto do Câncer Dana-Farber (www.danafarber.org) faz parte da Escola de Medicina de Harvard.



Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO