004_medicamentos_port

Qual é a dosagem ideal de ribavirina no tratamento da hepatite C?

10/09/2012

A ribavirina possui um fator fundamental no tratamento da hepatite C no tratamento combinado com interferon e ribavirina. A maior dosagem de ribavirina maior é a possibilidade de sucesso com o tratamento. Mas lamentavelmente a ribavirina induze a provocar anemia quando a dosagem é acima do ideal, podendo em alguns casos se tornar uma anemia muito grave para a saúde do paciente. Alguns pacientes toleram uma dose maior de ribavirina que outros, mas a dosagem máxima de ribavirina que pode ser tolerada por diferentes pacientes permanece desconhecida.

O modelo matemático utilizado pelos médicos para controlar o efeito da ribavirina na anemia nos pacientes em tratamento da hepatite C objetivando evitar efeitos adversos é observar o declínio da hemoglobina, um exame simples que se encontra entre os tantos resultados do hemograma.

Existem estudos sendo realizados que pesquisam o tempo de vida dos eritrócitos e seus poliformismos na tentativa de encontrar uma formula para poder calcular a dosagem individual ideal de ribavirina para cada paciente, mas por enquanto não se chegou a uma formula satisfatória que possa ser aplicada com facilidade.

A dosagem de ribavirina indicada para o tratamento deve levar em conta o genótipo do vírus e o peso do paciente. O genótipo 1 e pacientes obesos recebem indicação de uma dosagem maior de ribavirina.

A utilização da ribavirina no tratamento passa a ser um problema quando a hemoglobina se encontra em níveis inferiores a 10 g/dl, sendo esse o ponto de alerta para o médico alterar a estratégia de tratamento diminuindo a dosagem da ribavirina ou indicando a utilização da eritropetina.

O paciente nunca deve aumentar a dosagem por conta própria na tentativa de aumentar a possibilidade de cura da hepatite C, pois o resultado poderá ser catastrófico se ocasionar uma anemia intolerável, quando então o tratamento deverá ser interrompido, colocando todo o esforço a perder.

Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO