003_progress_port

Probabilidades de progressão da fibrose e da cirrose

01/07/2013

Estudo realizado pelos hospitais dos veteranos de guerra dos Estados Unidos, um dos centros de maior experiência no tratamento da hepatite C do mundo, analisou os dados dos prontuários clínicos de 189.065 veteranos infectados com hepatite C (80% infectados com o genótipo 1) e entre esses os dados de prontuário de 102.851 infectados com o genótipo 1 permitiram elaborar estimativas sobre a probabilidade anual de progressão da fibrose e da cirrose em pacientes que nunca receberam qualquer tratamento antiviral.

Os dados são interessantes e confirmam estimativas anteriores que estimam que entre a ocorrência da infecção até chegar a cirrose podem passar em media 25 anos. O estudo atual chegou a uma média de 30 anos, mas como são dados estatísticos de populações diferentes, devendo ainda se considerar que muitos dos veteranos de guerra estão sendo acompanhados e por tanto podem estar tomando cuidados preventivos, por tanto, a média encontrada coincide e valida a estimativa universalmente aceita de 25 anos de progressão quando considerada a população geral.

O estudo não foi feito com a finalidade de calcular a progressão anual da fibrose. Retirei os dados de um excelente estudo de calculo do custo de tratamento da hepatite C utilizando interferon peguilado e ribavirina, boceprevir com interferon peguilado e ribavirina e telaprevir com interferon peguilado e ribavirina.

IMPORTANTE: considerar a probabilidade anual de evoluir a fibrose ou cirrose como uma estimativa média, pois alguns podem evoluir muito mais rapidamente e outros mais devagar, isso porque cada organismo reage de forma diferente ao ataque do vírus ou porque alguns possuem outras condições ou doenças que aceleram a progressão da fibrose ou atacam o fígado, por tanto, as probabilidades devem servir somente como uma curiosidade e não como uma formula matemática aplicada a todos os infectados.

Possibilidade de progressão anual da fibrose ou cirrose em infectados sem outras doenças ou condições:

- F0 - entre 10,4% e 13% de possibilidade por ano para progredir para fibrose F1.

- F1 - entre 7,5% e 9.6% de possibilidade por ano para progredir para fibrose F2.

- F2 - entre 10,9% e 13,3% de possibilidade por ano para progredir para fibrose F3.

- F3 - entre 10,4% e 12,9% de possibilidade por ano para progredir para fibrose F4 (Cirrose).

- F4 (Cirrose) - entre 3,2% e 9,5% ao ano podem evoluir para a cirrose descompensada.

- F4 (Cirrose) - entre 1,7% e 5% ao ano podem evoluir para o câncer no fígado.

- F4 (Cirrose) - em pacientes curados (com resposta sustentada) entre 0,5% e 1,5% ao ano podem evoluir para a cirrose descompensada.

- F4 (Cirrose) - em pacientes curados (com resposta sustentada) não foram encontrados casos de evolução para o câncer de fígado.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Dados constantes em: Cost-Effectiveness Analysis of Direct-Acting Antiviral Therapy for Treatment-Naïve Patients with Chronic Hepatitis C Genotype 1 Infection in the Veterans Health Administration - Kee Chan, PhD, Mai Ngan Lai, MD, Erik J. Groessl, PhD, Amresh D. Hanchate, PhD, John B. Wong, MD, Jack A. Clark, PhD, Steven M. Asch, MD MPH, Allen L. Gifford, MD, and Samuel B. Ho, MD - Clinical Gastroenterology and Hepatology June 2013 - Accepted Manuscript


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO