015_psi_port

Existe risco de suicídio durante o tratamento da hepatite C?

29/11/2010

Uma equipe de pesquisadores canadenses realizou uma revisão e atualização clínica destinada a avaliar os riscos psiquiátricos, inclusive o risco de tentativa de suicídio, com a utilização do interferon e da ribavirina durante o tratamento da hepatite C.

Foi revisada a literatura publicada em Inglês em PubMed entre os anos de 1989 e abril de 2010 que estudaram o suicídio em pacientes infectados com hepatite C, tratados, ou não, com interferon e ribavirina. Um total de 17 estudos foram identificados e analisados comparativamente.

Embora existam poucos estudos na literatura científica que tratem de forma direta sobre o suicídio ou o risco de tentativas de suicídios durante o tratamento da hepatite C, estudos recentes sobre a depressão induzida pelo interferon têm fornecido informações potenciais sobre o risco de suicídio nessa população de pacientes. A depressão tem sido o foco das complicações neuropsiquiátricas do interferon, e tais evidências contribuem para uma melhor compreensão sobre a indução do efeito do interferon nos fatores de risco nas tentativas de suicídio.

O estudo encontrou que as primeiras 12 semanas do tratamento são o período de alto risco de tentativas de suicídio, estando em maior grau ligado a anormalidades neuropsiquiátricas, especificamente a redução da serotonina.

Recomendam os autores que pacientes com sinais de depressão devem ser encaminhados a um Psiquiatra para receber antes de iniciar o tratamento da hepatite C tratamento antidepressivo, pois isso pode reduzir o risco de depressão e, assim, diminuir o risco de suicídio de forma indireta.

Alertam os autores que outros estudos examinando os efeitos das intervenções farmacológicas e não farmacológicas em risco de suicídio durante o tratamento com o interferon são necessários.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte: Suicide risk in hepatitis C and during interferon-alpha therapy: a review and clinical update - Sockalingam S, Links PS, Abbey SE. - J Viral Hepat. 2010 Nov 10. doi: 10.1111/j.1365-2893.2010.01393.x.

Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO