028_psi_port

A qualidade de vida é diferente nos infectados com as hepatites B ou C

20/11/2013

Interessante pesquisa mostrando que os vírus das hepatites afetam a qualidade de vida dos pacientes de forma diferente quando infectados com a hepatite B ou a hepatite C.

Vários estudos já comprovaram que o vírus da hepatite C afeta negativamente a qualidade de vida, mas poucos estudos foram realizados em relação aos infectados com a hepatite B.

Um estudo para investigar se as variáveis relacionadas com o grau de comprometimento do fígado, as comorbidades, as doenças psiquiátricas e as diferenças sociais afetam de forma independente a qualidade de vida em pacientes infectados com as hepatites B e C foi realizado pela Universidade Federal de Minas Gerais e apresentado no AASLD 2013.

Foram incluídos 78 pacientes infectados com hepatite B, 78 com hepatite C e 39 indivíduos saudáveis, não infectados com nenhuma das hepatites. Todos foram submetidos a avaliação clínica e psiquiátrica.

Os resultados mostram diferenças não significativas na qualidade de vida dos pacientes infectados com qualquer uma das duas hepatites, com diferenças em alguns aspectos específicos. Somente no aspecto social foi encontrada uma diferença significativa que afeta mais os infectados com hepatite B.

Em infectados com hepatite B a redução da qualidade de vida foi independentemente associada com cirrose e idade avançada. Em infectados com hepatite C a redução de qualidade de vida foi encontrada em quase todos os pontos analisados (formulário SF-36) e a piora da qualidade de vida foi maior em pacientes com hipertensão arterial sistêmica, cirrose, abuso de drogas ilícitas ou dependência química.

Concluem os autores que são vários os fatores que podem influenciar a qualidade de vida dos infectados com as hepatites B e C, recomendando que o cuidado com a qualidade de vida deveria ser considerada como uma medida terapêutica essencial para os infectados.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Health related quality of life scores differ between chronic hepatitis B and C patients? - a case-control study - C.L. Gonçalves, M.C. Loures, L.R. da Cunha, C.C. da Cunha, F.S. Neves, R. Teixeira, L.D. Silva, Ambulatory of Viral Hepatitis-IAG-HC-UFMG, Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, Minas Gerais, BRAZIL - Abstract 2266 - AASLD 2013


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO