032_psi_port

A hepatite C torna o indivíduo passivo e individualista?

27/06/2016

A hepatite C têm a característica de ser uma doença silenciosa, não apresentando sintomas clínicos nas primeiras décadas da infecção, mas durante todo o tempo ela vai provocando fibrose no fígado prejudicando suas funções. Por ser uma doença sem sintomas é chamada de assassina silenciosa.

Essa característica do vírus C faz com que o a maioria dos indivíduos infectados pouco se importem com o bichinho que está comendo seu fígado. Existem outras prioridades na vida para se preocupar com uma coisa que não incomoda, não dói e permite levar uma vida normal.

Mas com o passar dos anos chega o momento do grande susto, de sair da consulta médica com o diagnóstico de uma cirrose ou de um câncer de fígado. Um diagnóstico tão apavorante que os italianos chamam do diagnóstico da "pavura" sendo na maioria dos casos somente nesse momento que o infectado toma consciência da real situação do seu difícil e perigoso quadro de saúde.

Durante décadas o indivíduo cuidou de seu corpo, procurando um dentista quando da dor de dente, procurando um médico quando uma dor de barriga, procurando uma manicure quando de uma unha encravada, mas muitos que inclusive sabendo da infecção pelo vírus C deixaram de lado o cuidado com seu fígado.

Será que por ser uma doença silenciosa o infectado se torna um ser passivo em relação a doença e seus direitos?

Os pacientes devem entender que não é apenas responsabilidade do governo, estados e municípios construir a saúde que queremos viver. É papel também do cidadão cobrar, fiscalizar e propor mudanças efetivas, porque é na participação popular que se constrói a democracia.

Somente lutando todos juntos poderemos vencer as hepatites, ficando passivamente em silencio o vírus vai ganhar a guerra.

Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO