006_rvs_port

A educação do paciente acelera o tratamento e melhora a resposta terapêutica

25/03/2013

O estudo publicado na "Liver International" confirma dados anteriores mostrando que os pacientes educados na sua doença e tratamento conseguem aceder ao tratamento mais rapidamente e conseguir melhores resultados na possibilidade de cura que aqueles que desconhecem os efeitos da doença e como é realizado o tratamento.

Os prontuários médicos dos pacientes de San Francisco, nos Estados Unidos, entre os anos de 2006 e 2011 foram estudados retrospectivamente para determinar se antes e depois de receberem informações e educação sobre a hepatite C e seu tratamento aconteceram mudanças em relação a atitude do paciente. Também os profissionais de saúde foram entrevistados para conhecer as informações dadas aos pacientes.

Foi encontrado que os pacientes que recebiam uma "aula" sobre a hepatite C e seu tratamento iniciavam o tratamento numa média de 136 dias, contra uma demora de 284 dias daqueles que não recebiam informações, uma diferença que dobra o tempo para iniciar o tratamento.

A informação é um excelente medicamento. Paciente informado procura realizar imediatamente o tratamento e com isso ter maior possibilidade de cura.

Ao entrevistar os médicos foi encontrado que o conhecimento sobre a doença e seu tratamento dos pacientes informados aumentou em 70%, o interesse em realizar imediatamente o tratamento em 52% e consequentemente a relação entre médico e paciente melhorou em 56%.

A taxa de resposta sustentada entre os pacientes que receberam informações completas sobre a doença foi 38% superior a de aqueles que pouca informação recebeu antes de iniciar o tratamento.

Concluem os autores que a educação na hepatite C melhora o tratamento e aumenta as possibilidades de sucesso com o tratamento, por isso, o profissional de saúde primária desempenha um papel significativo na educação dos pacientes.

Melhorando os conhecimentos dos pacientes melhora a procura por um acesso mais rápido a serviços especializados por parte dos pacientes.

MEU COMENTÁRIO

Sempre acreditei que a educação é um excelente medicamento. Um paciente conhecedor da sua doença e das suas formas de tratamento está muito mais capacitado a procurar locais e profissionais onde possa receber rapidamente o tratamento adequado, enquanto que o paciente que ignora tudo ficará abandonado em postos de saúde sem nenhuma qualificação em hepatites.

Na educação dos pacientes os grupos de apoio e, também, informações corretas na internet, podem desempenhar um papel fundamental no conhecimento da doença por parte dos infectados.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Formal Hepatitis C Education Enhances HCV Care Coordination, Expedites HCV Treatment, and Improves Antiviral Response - Samali Lubega, Uchenna Agbim, Miranda Surjadi, Megan Mahoney, Mandana Khalili - Liver International - DOI: 10.1111/liv.12150


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO