009_rvs_port

A deficiência de vitamina A está associada a menor possibilidade de cura da hepatite C

23/09/2013

Pesquisa realizada na Universidade de Udine, na Itália, publicada na revista "Hepatology" confirma estudos recentes sugerindo que a vitamina A interfere no efeito do interferon durante o tratamento da hepatite C. O estudo teve como objetivo investigar se a deficiência de vitamina A entre os infectados com hepatite C poderia estar associada à falta de resposta terapêutica do tratamento.

Foram incluídos 199 pacientes nunca antes tratados que recebiam tratamento com interferon peguilado e ribavirina. Em todos foram medidos os níveis de vitamina A e vitamina D antes de iniciarem o tratamento, comparando os resultados obtidos com 119 doadores de sangue sadios (sem hepatite C) utilizados como controle.

A média de vitamina A nos infectados com hepatite C foi de 256 ng/ml (mínimo de 128 e máximo de 440), um resultado um terço menor que nos indivíduos sem hepatite C, onde a média foi de 742 ng/ml (mínimo de 624 e máximo de 942).

A resposta sustentada (cura da hepatite C) foi obtida por 61,3% (122) dos 199 pacientes. Ao se considerar somente os 109 infectados com o genótipo 1 a cura foi obtida por 42,2% (46) dos 109 pacientes.

9% dos pacientes apresentavam deficiência das vitaminas A e D, sendo menos de 100 ng/ml de vitamina A e menos de 20 mcg/L de vitamina D. Nenhum deles conseguiu a cura com o tratamento.

Concluem os autores que uma alta percentagem dos infectados com hepatite C apresenta níveis deficientes de vitamina A e por essa condição apresentam menor possibilidade de resposta terapêutica ao realizar o tratamento com interferon e ribavirina.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Vitamin A deficiency is associated with HCV chronic infection and with unresponsiveness to interferon based antiviral therapy. - Bitetto D, Bortolotti N, Falleti E, Vescovo S, Fabris C, Fattovich G, Cussigh A, Cmet S, Fornasiere E, Ceriani E, Pirisi M, Toniutto P. - Hepatology. 2012 Dec 5. doi: 10.1002/hep.26186.


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO