013_rvs_port

O efeito da Fluvastatina no aumento da possibilidade de cura da hepatite C

20/08/2012

Diversos estudos, a maioria retrospectivos, observaram que pacientes em tratamento da hepatite C com interferon peguilado e ribavirina que ao mesmo tempo utilizavam o medicamento Fluvastatina para tratamento do colesterol, apresentam uma maior possibilidade de sucesso no tratamento da hepatite C.

Pesquisa publicada no "Journal of Viral Hepatitis" relata um estudo randomizado, aberto, controlado, realizado entre julho de 2008 e dezembro de 2009 incluindo 101 pacientes infectados com o genótipo 1 da hepatite C que apresentavam alta carga viral, os quais foram divididos em dois grupos, sendo um deles tratados com interferon peguilado e ribavirina e um outro com interferon peguilado, ribavirina e Fluvastatina.

Foram observados e analisados fatores virais, hospedeiros, fatores preditivos de resposta virológica rápida e precoce, sendo que as diferenças entre os dois grupos durante o tratamento não eram significantes. Não obstante a resposta sustentada aos seis meses após o final do tratamento, considerada a cura da hepatite C, foi significativamente maior no grupo que recebeu a Fluvastatina do que no grupo tratado somente com interferon peguilado e ribavirina.

Entre os pacientes do grupo tratado com a Fluvastatina a cura atingiu 63% contra somente 41,7% no grupo com o tratamento tradicional, sem adição da Fluvastatina. Os homens apresentaram o maior beneficio com a adição da Fluvastatina, sendo que 80% dos pacientes masculinos obteve a cura.

Concluem os autores que em combinação com o interferon peguilado e ribavirina, a Fluvastatina melhora significativamente a possibilidade de cura dos pacientes infectados com o genótipo 1 da hepatite C que apresentam alta carga viral.

MEUS COMENTÁRIOS:

A Fluvastatina é um medicamento membro da classe das estatinas, usado para tratar o colesterol e prevenir doenças cardiovasculares.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
An open-label randomized controlled study of pegylated interferon/ribavirin combination therapy for chronic hepatitis C with versus without fluvastatin - Kondo, C.; Atsukawa, M.; Tsubota, A.; Itokawa, N.; Fukuda, T.; Matsushita, Y.; Kidokoro, H.; Kobayashi, T.; Narahara, Y.; Nakatsuka, K.; Kanazawa, H.; Sakamoto, C. - Journal of Viral Hepatitis, Volume 19, Number 9, 1 September 2012 , pp. 615-622(8)


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO