015_rvs_port

Resposta ao tratamento da hepatite C é associada a uma redução na resistência a insulina - EASL 2012

14/05/2012

É de conhecimento que nos indivíduos infectados com o vírus da hepatite C o grau de fibrose correlaciona-se com o HOMA-IR (índice que mede a resistência a insulina). Por isso o sucesso da erradicação do vírus para conseguir a cura da doença está associado a uma redução do índice HOMA-IR antes e durante ao tratamento, contribuindo ainda para evitar o aparecimento do diabetes. Geralmente infectados com índice HOMA-IR elevado apresentam esteatose e fibrose avançada, o que reduz a possibilidade de cura da hepatite C.

O estudo apresentado no EASL 2012 foi realizado de forma prospectiva de um grupo de 86 pacientes em tratamento com interferon peguilado e ribavirina objetivando identificar fatores associados com a resposta sustentada (cura da hepatite C), a fibrose e a resistência a insulina (HOMA-IR).

A idade média dos pacientes era de 42 anos, 53% mulheres, gordura corporal com média no IMC de 25,4% e 92% eram brancos. Os infectados com o genótipo 1 representavam 52%, com o genótipo 2, 12% e com o genótipo 3, 36%.

Foi encontrado que 68% apresentavam algum grau de esteatose e, entre eles, 26% já se encontravam com fibrose avançada (F3 ou superior). O índice HOMA-IR superior a 2 foi encontrado antes do tratamento em 54% dos pacientes.

Entre os pacientes que conseguiram a cura da hepatite C o índice HOMA-IR era de 2,7 e nos que não obtiveram a cura de 2,8. Em principio poderia se supor que o índice HOMA-IR não influenciaria na possibilidade de sucesso com o tratamento, mas quando ao índice HOMA-IR é atribuída o desenvolvimento de esteatose e um maior grau de fibrose causada pela resistência de insulina, foi observado que nesses pacientes ficou demonstrada uma significativa redução da possibilidade de cura da hepatite C.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Sustained virological response induced by treatment of hepatitis C is associated with improvement in insulin resistance - B. Jones*, C. Chan, R. Hansen, R. Gilliver - EASL 2012 - Abstract 898


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO