030_rvs_port

Infectados com hepatite C precisam de suplementação de vitamina D3 na era do tratamento de antivirais de ação direta

06/03/2017

Diversos estudos relatam que o nível de vitamina D pode afetar a progressão da hepatite C e a resposta ao tratamento, sendo a grande maioria desses estudos em relação ao tratamento com interferon peguilado e ribavirina. Esses estudos também mostram que a suplementação com Vitamina D aumentam a possibilidade de cura como podem retardar o aparecimento do câncer no fígado.

Recentemente o tratamento da hepatite C passou a ser realizado com os medicamentos chamados de ação direta, de uso oral e sem utilização do interferon, por tanto são necessários estudos de analise imunológica para compreender o efeito da vitamina D após o tratamento com os novos medicamentos.

Coloca o autor do estudo que a indução de uma resposta imunológica favorável pela adição de vitamina D no tratamento pode ser capaz de suprimir a hepatocarcinogênese (câncer no fígado) após a cura da hepatite C com os novos medicamentos já que pós uma resposta virológica sustentada, permanece o risco de hepatocarcinogênese.

O autor coloca que crianças e idosos com fibrose grave apresentam níveis baixos de vitamina D e, portanto, deveriam receber suplementação com vitamina D durante e após o tratamento da hepatite C.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Hepatitis C infected patients need vitamin D3 supplementation in the era of direct acting antivirals treatment - Yasuteru Kondo - World J Gastroenterol. Feb 28, 2017; 23(8): 1325-1327 Published online Feb 28, 2017. doi: 10.3748/WJG.v23.i8.1325


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO