002_transmis_port

Tratamento dos pés e unhas na pedicure (podologo) pode contagiar a hepatite?

13/08/2012

Existem muitos estudos que abordam a possibilidade de contagio das hepatites na manicure, mas muito pouco foi estudado e divulgado sobre a possibilidade de contagio na pedicura, quando uma pessoa procura um profissional para tratar das unhas dos pés.

Pode acontecer um contagio na pedicura? A resposta certamente é sim e possivelmente com maior facilidade que ao fazer as unhas das mãos. Todas as situações de risco que acontecem na manicura estão presentes na pedicura, inclusive aumentadas por que os pés estão mais sujeitos a apresentarem feridas e infecções que as mãos.

O mesmo cuidado de não compartilhar os instrumentos se não estiverem devidamente esterilizados em autoclave deve ser observados, Para uma correta esterilização os instrumentos devem ser lavados com uma solução antibacteriana e esterilizados em autoclave. O ideal é você levar seus próprios instrumentos ao salão.

Se você levar seus próprios instrumentos de unhas para o salão ou utilizá-los em casa, mantenha os mesmos limpos. Após o uso lave esfregando com água e sabão e em seguida deve mergulhar os instrumentos numa solução desinfetante (pode ser álcool o uma diluição de água sanitaria) por pelo menos 10 minutos.

Cuidados com as lixas e matérias esfoliantes, pois eles não podem ser esterilizados. Use os seus próprios ou exija descartáveis que estejam corretamente pré-embalados.

Na pedicura um dos procedimentos é tratar de calos e calosidades, que são partes da pele endurecida muitas vezes apresentado fissuras. Não deixe a profissional cortar com navalha ou alicate, pois poderá provocar feridas e sangramento aumentando os riscos de infecção, somente aceite amolecer colocando os pés em água e esfoliar com lixa ou pedra-pome.

Nunca corte a cutícula, pois a função da cutícula é evitar a entrada de germes. O tratamento correto é amolecer as cutículas com um hidratante e limpar com um pano.

Ao cortar as unhas verifique que fiquem bem aparadas, isso ajuda a evitar unhas encravadas.

A bacia para colocar os pés deve sempre ter um plástico descartável, renovado a cada cliente.

Sempre verifique se os funcionários lavam as mãos entre os clientes, se existe autoclave, se a autoclave está funcionando e se o estabelecimento possui autorização da vigilância sanitária para funcionar.

Mulheres gravidas podem cuidar das unhas, pois elas não absorvem as substâncias químicas dos esmaltes.

Se você tem diabetes, seu médico vai fazer exames regulares dos pés e ensinará a cuidar de forma correta seus pés.

Não há nenhuma razão para um homem não poder ter unhas arrumadas. Alguns salões atendem ambos os sexos.

Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO