015_transmis_port

ALERTA - Pesquisadores descobrem que o vírus da hepatite C pode sobreviver por até 6 semanas fora do organismo

10/02/2014

Pesquisadores da Escola de Medicina de Yale dos Estados Unidos em artigo publicado na revista "Journal of Infectious Diseases" relatam que diferentemente do que se acreditava da sobrevivência do vírus fora do organismo com poder infectante ser de 4 dias, eles encontraram que sob determinadas condições o vírus pode infectar por um período muito mais longo, de até seis semanas.

Pessoalmente considero que o resultado para ser aceito deverá ser validado por outros pesquisadores, pois o estudo foi realizado somente com o genótipo 2-a do vírus da hepatite C e não com todos os genotipos, ficando então a duvida se a sobrevida do vírus é igual para todos os genotipos.

Se os resultados são confirmados a descoberta terá implicações para a segurança dos pacientes, profissionais da saúde, bem como para a redução da transmissão da hepatite C entre usuários de drogas injetáveis, compartilhamento de instrumentos cortantes, como os de manicures, etc.

Os pesquisadores colocaram amostras de sangue infectadas com o genótipo 2-a do vírus da hepatite C em placas e as mantiveram durante seis semanas em temperaturas de 4º, 22º e 37º graus Celcius. A possibilidade de transmitir a hepatite C foi determinada por ensaios de microcultura. Tal possibilidade foi encontrada.

Com o passar do tempo a capacidade infecciosa das amostras diminuía paulatinamente, chegando as seis semanas com baixo nível de titulação nas amostras conservadas nas temperaturas de 4º e 22º graus. A amostra conservada a 37º graus não apresentou possibilidade de infecção após seis semanas de armazenamento.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Hepatitis C Virus Maintains Infectivity for Weeks after Drying on Inanimate Surfaces at Room Temperature: Implications for Risks of Transmission - Elijah Paintsil, Mawuena Binka, Amisha Patel, Brett D. Lindenbach and Robert Heimer - The Journal of Infectious Diseases - (2013) doi: 10.1093/infdis/jit648 - First published online: November 23, 2013


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO