009_transpl_port

Sofosbuvir e ribavirina antes do transplante evita que o novo fígado seja infectado

06/10/2014

Todos os pacientes com o vírus da hepatite C detectável no momento do transplante terão o novo fígado atacado pelo vírus. O tratamento antiviral antes do transplante com interferon peguilado é totalmente contra-indicado nesses pacientes.

Foi realizado um estudo com 61 pacientes infectados com hepatite C e câncer no fígado com índice Child-Pugh igual ou maior que 7, que estavam em lista de espera para receber um transplante de fígado e receberam 48 semanas de tratamento oral combinando interferon e ribavirina antes da realização do transplante.

Do grupo 46 pacientes receberam o transplante. Desses 43 apresentavam carga viral indetectável no momento do transplante. Doze semanas após o transplante 30 pacientes continuavam indetectáveis, 10 recidivaram a infecção e 3 morreram por rejeição do novo fígado. A recidiva do vírus aconteceu nos pacientes que antes do transplante conseguiram ter carga viral indetectável por um menor número de semanas.

Concluem os pesquisadores que o tratamento da hepatite C antes do transplante utilizando sofosbuvir e ribavirina pode prevenir a recidiva da hepatite C após o transplante.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Sofosbuvir and Ribavirin Prevent Recurrence of HCV Infection after Liver Transplantation: An Open-Label Study. - Curry MP, Forns X, Chung RT, Terrault NA, Brown R Jr, Fenkel JM, Gordon F, O'Leary J, Kuo A, Schiano T,Everson G, Schiff E, Befeler A, Gane E, Saab S, McHutchison JG, Subramanian GM, Symonds WT,Denning J, McNair L, Arterburn S, Svarovskaia E, Moonka D, Afdhal N -Gastroenterology. 2014 Sep 24. pii: S0016-5085(14)01145-7. doi: 10.1053/j.gastro.2014.09.023.


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO