004_alternat_port

O perigo dos suplementos de ervas para redução do peso

25/02/2013

No DDW de 2012 foi apresentado que 18% das lesões ao fígado nos Estados Unidos são ocasionadas por suplementos de ervas utilizados para emagrecimento. Os pacientes que tomam suplementos de ervas podem estar em risco de prejudicar seu fígado de forma grave, o suficiente para precisar de um transplante de fígado.

O dado é do Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos mostrando que o número de casos graves pelo uso dos suplementos de ervas está aumentado a cada ano em levantamento realizado entre 2003 e 2011. Não aconteceram mortes, mas 7% dos pacientes tiveram que ser submetidos a um transplante de fígado, uma dado que assusta pela sua gravidade.

De 679 casos de lesão hepática, 93 foram atribuídos a ervas ou suplementos alimentares. Esses pacientes tendem a ser mais jovens do que aqueles que têm lesões hepáticas semelhantes devido a outros medicamentos que podem causar danos ao fígado.

A maioria dos pacientes (66%) teve que ser hospitalizada e 11% desenvolveram alterações da função hepática, que persistiu por pelo menos 6 meses. A mediana da transaminase ALT no diagnóstico era de 533 U / L, a fosfatasse alcalina era de 166 U / L, e a bilirrubina total era de 7 mg / dL.

Os sintomas desses pacientes com lesão hepática pelo uso de suplementos de ervas incluíam:

Icterícia (78% dos pacientes)

Náusea (60% dos pacientes)

Prurido (58% dos pacientes)

Dor abdominal (47% dos pacientes)

A maioria dos pacientes (60%) usou apenas um tipo de suplemento, enquanto 23% usaram dois ou mais suplementos e 16% faziam uso de pelo menos um suplemento em simultâneo com medicamentos prescritos para alguma doença.

MEU COMENTÁRIO

Suplementos alimentares a base de ervas não podem ser utilizados como se fosse um alimento. Por serem de ervas, "ditos naturais" não podem ser considerados totalmente seguros para a saúde. Existem medicamentos fitoterápicos que provavelmente são seguros e até podem conseguir benefícios para as pessoas, mas não todos os fitoterápicos podem ser considerados seguros.

Cuidado! Antes de tomar qualquer suplemento de ervas consulte seu médico, em especial se você já tem alguma doença que ataca o fígado.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Navarro VJ, et al "Herbal and dietary supplement induced hepatotoxicity in the U.S." DDW 2012; Abstract 167.


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO