032_alternat_port

Estudo internacional para avaliar a hepatotoxidade de alguns produtos da Herbalife ® foi apresentado no AASLD 2013

13/11/2013

Existem relatórios de hepatotoxicidade atribuída a vários suplementos dietéticos distribuídos pela Herbalife ®. Avaliação da causalidade estruturada de casos publicados e não publicados podem apoiar ou refutar a idéia de que alguns suplementos dietéticos distribuídos pela Herbalife ® tem potencial hepatotóxico. O "Roussel Uclaf Causality Assessment Method" ( RUCAM ), embora não seja desenvolvido especificamente para suplementos alimentares, tem sido utilizado para avaliar a causalidade em casos de suspeita de hepatotoxicidade.

29 casos de suspeita de hepatotoxicidade devido aos suplementos dietéticos distribuídos pela Herbalife ® (alguns publicados) foram relatados por investigadores dos EUA, Europa e América do Sul. 83 produtos foram implicados nestes casos. Um formulário padronizado descreveu cada caso sendo construído pela equipe de pesquisadores. Fatores usados no cálculo do RUCAM, tais como tempo de início e de recuperação, fatores de risco, a exposição a outras drogas, e exclusão de outras causas de lesão hepática foram analisados.

Resultados: Quatro casos ocorreram entre1990 e 1999, 13 entre 2000 e 2007, e 12 entre 2008 e 2012. A maioria era do sexo feminino, idade media de 46 anos (variação de 21 a 70 anos). Os produtos foram mais comumente usados para perda de peso e promoção da saúde.

Com base na escala RUCAM, um caso era altamente provável, 6 eram prováveis, 9 eram possíveis e quatro casos foram considerados susceptíveis de ter lesão hepática devido aos suplementos dietéticos da Herbalife ®. Quatro casos (13,8%) tiveram avaliação positiva. Os restantes 9 casos (31%) tinham dados suficientes para determinar a pontuação. Para os 16 casos determinados a ter, pelo menos, uma possível associação causal, a latência média de ingestão de lesão foi de 117 dias (intervalo 12-729 ).

A maioria dos pacientes apresentavam sintomas. Os sintomas mais comuns foram icterícia (69%), letargia (50%), desconforto abdominal (31%), náusea (19%) e, erupções cutâneas (19%). A transaminase ALT era altamente elevada, de 1.715 IU / L na média e a GGT oscilava entre 231 e 2.929, a fosfatasse alcalina media de 275,5 UI / L (intervalo 95-459 ) e a mediana da bilirrubina foi de 9,6 mg / dl (gama de 0,4-29,0 ).

A maioria apresentou com lesão hepática hepatocelular (média proporção R 18,5). Nenhum dos pacientes desta série necessitou de um transplante de fígado, no entanto, uma morte relacionada ao fígado foi relatada em um paciente com possível hepatotoxicidade dos suplementos dietéticos Herbalife ®.

Concluem os pesquisadores que a análise sugere que alguns suplementos dietéticos distribuídos pela Herbalife ® têm potencial hepatotóxico e que a hepatotoxicidade ocorreu mais comumente em mulheres. Recomendam uma maior conscientização é aconselhamento até que esta potencial hepatotoxidade y sua associação com os suplementos dietéticos distribuídos pela Herbalife ® ou algum de seus ingredientes seja mais bem estudada.

MEU COMENTÁRIO

Qualquer pessoa com algum problema no fígado deve ter muito cuidado ao utilizar suplementos alimentares. Lamentavelmente existem dois graves problemas, se por um lado a maioria das pessoas com danos no fígado não sabem da sua situação e, por outro lado, para piorar a situação, os suplementos alimentares, como é no caso dos suplementos dietéticos distribuídos pela Herbalife ® (e de praticamente todas as marcas) não contêm nenhum alerta nos seus rótulos sobre os problemas que podem acontecer e os cuidados que deveriam ser tomados por quem compra.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
An International Effort to Assess Hepatotoxicity Associated with Some Herbalife® Products - M. Vega, J. Schifter Weber, V.J. Navarro , Einstein Medical Center, Philadelphia, Pennsylvania, UNITED STATES - D. Halegoua-De Marzio, Thomas Jefferson Unviersity Hospital, Philadelphia, Pennsylvania, UNITED STATES - G.P. Aithal, The University of Nottingham, UK. - AASLD 2013, Abstract 360
Study partly supported through the NIDDK funded Drug Induced Liver Injury Network (U01 DK083027).


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO