034_alternat_port

Vitamina D protege contra o câncer de fígado - Publicado na Hepatology, 06 de junho de 2014

09/06/2014

Um novo estudo realizado por pesquisadores da Europa mostra que a vitamina D reduz o risco de desenvolvimento de câncer no fígado. As conclusões são da "European Prospective Investigation into Cancer and Nutrition (EPIC)", em estudo coordenado pela "International Agency for Research on Cancer (IARC-WHO, Lyon, France)", "Imperial College London (ICL, UK)", e a "Rollins School of Public Health at Emory University".

O estudo prospectivo foi financiado pelo Instituto Nacional de Câncer francês (INCA) com dados de prontuários de 520.000 pacientes acompanhados entre os anos de 1992 e 2010 e, nesse período 138 desenvolveram câncer no fígado. Cada caso foi acompanhado de um controle por idade, sexo, centro de estudo, data e hora da coleta de sangue e os níveis de vitamina D eram continuamente avaliados.

Os resultados indicaram que níveis mais altos de vitamina D no organismo reduzem o risco de câncer de fígado em 49%.

O câncer de fígado é o sexto câncer mais comum e a terceira causa de mortes por câncer no mundo todo. A hepatite B, a hepatite C, a exposição à micotoxinas, obesidade, diabetes tipo 2, tabagismo e abuso de álcool são os principais fatores de risco para desenvolver câncer no fígado. O estudo é o maior já realizado em populações ocidentais para investigar os níveis de vitamina D e seu impacto no risco de câncer de fígado.

Uma melhor compreensão da etiologia do câncer de fígado pode levar a estratégias de prevenção eficazes para esta doença que é frequentemente diagnosticada em estágios avançados, com poucas opções de tratamento.

Já existe uma crescente evidência científica mostrando que a baixa concentração de vitamina D é um marcador de risco aumentado para vários tipos de câncer. A saúde pública deveria considerar seriamente a suplementação de vitamina D para a prevenção do câncer conforme as evidencias científicas já publicadas.

Este artigo foi redigido com comentários e interpretação pessoal de seu autor, tomando como base a seguinte fonte:
Estudo publicado no edição do dia 06 de junho de 2014 de Hepatology - http://onlinelibrary.wiley.com/journal/10.1002/(ISSN)1527-3350


Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com


IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.
Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.
Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte: WWW.HEPATO.COM
O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA - ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO