[:pb]Falta de Entecavir para tratamento da hepatite B[:es]Falta de Entecavir para el tratamiento de la hepatitis B en Brasil[:]

2945

[:pb]Na grade de distribuição de medicamentos do primeiro trimestre de 2018 é verificado que não foi distribuído aos estados o Entecavir, provocando falta em vários estados, com pacientes interrompendo o tratamento.

Alguns médicos estão optando pela troca pelo Tenofovir, medicamento que não se encontra em falta e que em caso pontual de desabastecimento pode ser utilizado o destinado ao tratamento do HIV.

Em 14 de novembro o Ministério da Saúde determinou que na falta de Tenofovir para tratamento da hepatite B pode ser utilizado o destinado ao estoque do tratamento do HIV, solucionando o problema de faltas pontuais. Veja a resolução aprovando a entrega em  https://hepato.com/2017/11/lamivudina-e-tenofovir-quando-em-falta-para-hepatite-b-podem-agora-utilizar-o-destinado-ao-tratamento-do-hiv-aids/ 

Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com

IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.

Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.

Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação medica.
É permitida a utilização das informações contidas nesta mensagem desde que citada a fonte:
WWW.HEPATO.COM

O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA – ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO[:es]En la distribución de medicamentos del primer trimestre de 2018 se verifica que no se distribuyó a los estados el Entecavir, provocando falta en varios estados, con pacientes interrumpiendo el tratamiento.

 

Algunos médicos están optando por el cambio por el Tenofovir, medicamento que no se encuentra en falta y que en caso puntual de desabastecimiento puede ser utilizado el destinado al tratamiento del VIH.

 

El 14 de noviembre el Ministerio de Salud determinó que en la falta de Tenofovir para el tratamiento de la hepatitis B puede ser utilizado el destinado al stock del tratamiento del VIH, solucionando el problema de faltas puntuales. Vea la resolución aprobando la entrega en  https://hepato.com/es/2017/11/lamivudina-e-tenofovir-quando-em-falta-para-hepatite-b-podem-agora-utilizar-o-destinado-ao-tratamento-do-hiv-aids/[:]