Coisas surpreendentes que podem danificar seu fígado

97

Quando o fígado, por algum problema, é prejudicado isso pode levar a um quadro de cirrose. A cirrose é uma forma de doença hepática grave que causa fibroses e cicatrizes que substituem lentamente o tecido saudável dificultando o trabalho do fígado. Um fígado com cirrose não será capaz de filtrar toxinas e ajudar a quebrar nutrientes e medicamentos. E o órgão não produzirá proteínas e outras substâncias com rapidez suficiente para atender às necessidades do seu corpo. A longo prazo, o fígado pode deixar de funcionar, levando a pessoa a morte.

A cirrose é perigosa porque a pessoa não sente nenhum problema no início. À medida que a cirrose piora, pode começar a se sentir mais cansado e com menos fome. A pele pode começar a coçar, parecer mais amarelada e machucar mais facilmente. O xixi pode escurecer e a barriga e pernas podem inchar com o excesso de líquido. Algumas pessoas ficam enjoadas e com o cérebro confuso e começam a esquecer as coisas

Muitas são as causas que podem prejudicar o fígado, entre elas beber demais pode inchar o fígado e reter mais gordura. A quantidade de álcool que causa danos ao fígado difere para cada pessoa, então não assuma que, porque seu amigo que bebe muito não teve cirrose, você também não terá.

O acúmulo de gordura no fígado também acontece, a cada dia mais, em pessoas que não bebem. O motivo exato não é claro, mas é mais provável que possa ser por excesso de peso ou diabetes, colesterol alto ou pressão alta. Quando começa a danificar o fígado, é chamado de esteato-hepatite não alcoólica (NASH). A pessoa pode notar sintomas como perda de peso, cansaço, fraqueza, veias de aranha ou coceira na pele.

Os vírus das hepatites B e C são as causas mais comuns de hepatite crônica que levam a cirrose, embora existam outras, como doenças autoimunes, medicamentos, bactérias ou outros vírus. 

Quando alguma condição de saúde estreitar ou bloquear os pequenos tubos, chamados dutos, que normalmente transportam a bile – um líquido que ajuda na digestão – do fígado para a vesícula biliar, o que causa um acúmulo de líquido que pode inflamar e danificar o fígado. 

Também medicamentos para artrite e para tuberculose podem prejudicar o fígado e levar à cirrose. Certos antibióticos, estatinas para colesterol e acetaminofeno (paracetamol) também podem ser prejudiciais para o fígado. 

Para diagnosticar a cirrose o médico fará um exame físico. Perguntará sobre os sintomas e se a pessoa tem um histórico de beber muito álcool. Exames de sangue que verificam o funcionamento do fígado, juntamente com ultrassonografia, raio-X ou ressonância magnética, podem ajudar a confirmar se a pessoa tem cirrose. Em alguns casos, o médico pode remover um pequeno pedaço do fígado para examinar ao microscópio, um procedimento chamado biópsia.

Eliminado aquilo que causou a cirrose o médico às vezes poderá, em alguns casos, tratando a condição que causou a cirrose a curar o a retardar a progressão. Se a pessoa tem dependência de álcool, descubra sobre a terapia para ajudá-lo a parar. A perda de peso pode ajudar para um fígado gorduroso. Os medicamentos podem tratar infecções, problemas nos ductos biliares ou distúrbios autoimunes. Discuta com o médico para descobrir o que está causando sua cirrose e a melhor forma de tratá-la.

Carlos Varaldo

Grupo Otimismo

hepato@hepato.com

www.hepato.com

IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.

Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.

Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação médica.
Acesso livre: Este artigo é distribuído sob os termos da Licença Internacional Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 4.0 ( http://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/ ), que permite qualquer uso, distribuição e reprodução não comercial em qualquer meio, desde que você dê o crédito apropriado ao (s) autor (es) original (is) e cite à fonte WWW.HEPATO.COM  e indique se foram feitas alterações.O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA – ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO