Coronavírus, Fígado, Ansiedade e Depressão

504

Estamos completando cinco meses de distanciamento social por culpa da COVID-19, distanciamento com maior rigor para os considerados grupos de maior risco caso sejam infectados pelo coronavírus, entre os considerados grupo de risco estão as pessoas com algum problema no fígado, seja gordura no fígado, fibrose considerável, cirrose, alguma hepatite ou doença autoimune.

A maioria das pessoas com problemas no fígado em geral são adultos maiores e possuem outras comorbidades, como excesso de peso, pressão alta, diabetes, colesterol e outras condições de saúde o que obriga muitos a fazer uso de medicamentos de uso contínuo.

É impossível voltar na idade, mas há muitas maneiras de se manter saudável aos 60, 70, 80 ou mais anos. Dieta e exercícios são importantes. 

O longo distanciamento social, que ainda deverá continuar por alguns meses no aguardo de uma vacina ou medicamentos eficazes, provoca em muitos um aumento da ansiedade e até depressão. Sem convívio social, sem poder ver presencialmente amigos e familiares a alimentação é fator importante para tentar diminuir a ansiedade ou a depressão.

Vamos então comentar sobre alguns alimentos que podem ajudar ou prejudicar o espírito de ânimo durante a pandemia.

Alimentos a evitar se você tem ansiedade ou depressão:

Sucos ou frutas inteiras?

Os sucos das frutas não contêm fibras, são nutritivos, fornecem energia rapidamente, mas essa energia também acaba rapidamente. Por não terem fibras pode se dizer que é basicamente água açucarada. As frutas inteiras é que possuem as fibras que diminuem a velocidade de absorção pelo organismo, outorgando sensação de satisfação, diminuindo a ansiedade.

Conselho: Coma a fruta inteira. Quando estiver com sede, beba água. 

Refrigerantes

Tanto os normais como os diet ou light os refrigerantes não contêm nutrientes. São bebidas artificiais com açudar ou adoçantes e estão diretamente ligads à depressão

Bebidas Energéticas

Eles podem causar ritmos cardíacos estranhos, ansiedade e problemas de sono. Isso porque nem sempre é fácil conhecer os níveis altíssimos de cafeína escondidos em ingredientes como o guaraná. Essas bebidas também costumam ter muito açúcar ou adoçantes artificiais. Beba água se estiver com sede. 

Café

Para quem não está acostumado, a cafeína pode deixá-lo nervoso. Também pode atrapalhar o sono. Não ajuda na ansiedade ou na depressão. A abstinência de cafeína também pode fazer sentir-se mal.

Se tiver prazer de beber café, o café pode realmente ajudar a fazer a pessoa ase sentir menos deprimida. 

Pão

O pão branco é feito com farinha altamente processada a qual transforma-se rapidamente em açúcar no sangue após a ingestão. Isso pode causar picos de energia podendo prejudicar a ansiedade e a depressão.  É fácil solucionar, basta comer pão integral.

Bebidas alcoólicas

Bebidas alcoólicas antes de deitar podem atrapalhar o sono o que obviamente pode aumentar a ansiedade e causar depressão. 

Uma bebida pode acalmar seus nervos e torná-lo mais sociável. Isso pode ser bom para sua saúde mental. A chave é a dosagem: uma bebida por dia para mulheres e duas por dia para homens é o limite máximo recomendado.

Alimentos processados

Se você come muita carne processada como frios e linguiças, frituras, cereais refinados, salgadinhos, biscoitos e laticínios ricos em gordura, é mais provável que esteja ansioso e deprimido. Uma dieta cheia de grãos, frutas, legumes e peixes ricos em fibras pode ajudar a mantê-lo mais equilibrado.

Carlos Varaldo
www.hepato.com
hepato@hepato.com

IMPORTANTE: Os artigos se encontram em ordem cronológica. O avanço do conhecimento nas pesquisas pode tornar obsoleta qualquer colocação em poucos meses. Encontrando colocações diversas que possam ser consideradas controversas sempre considerar a informação mais atual, com data de publicação mais recente.

Carlos Varaldo e o Grupo Otimismo declaram não possuir conflitos de interesse com eventuais patrocinadores das diversas atividades.

Aviso legal: As informações deste texto são meramente informativas e não podem ser consideradas nem utilizadas como indicação médica.
Acesso livre: Este artigo é distribuído sob os termos da Licença Internacional Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 4.0 ( 
http://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/ ), que permite qualquer uso, distribuição e reprodução não comercial em qualquer meio, desde que você dê o crédito apropriado ao (s) autor (es) original (is) e cite à fonte WWW.HEPATO.COM  e indique se foram feitas alterações.

O Grupo Otimismo é afiliado da AIGA – ALIANÇA INDEPENDENTE DOS GRUPOS DE APOIO